“A comunidade precisa confiar mais nos órgãos policiais e trazer informações”, diz novo delegado de Bento

Renato Nobre Bias assumiu nesta segunda-feira, 18/10, a 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP) de Bento e promete atuar junto à comunidade e demais órgãos policiais para elucidar investigações e reduzir índices de criminalidade

Delegado Renato Nobre Bias e delegado regional Cleber dos Santos Lima. Foto: Eduarda Bucco

Natural de Brasília, Distrito Federal, o novo delegado de Bento Gonçalves Renato Nobre Bias assumiu a titularidade da 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP) do município nesta segunda-feira, 18/10.  Renato vinha atuando na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Caxias do Sul desde o ano passado, quando ingressou na Polícia Civil do RS. Antes, atuou como agente de Polícia por seis anos no Distrito Federal. Também acumula em seu currículo o cargo de ex-bombeiro militar e ex-empregado público. É pós-graduado em Direito Penal e Direito Processual Penal.

Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda, o delegado afirmou que seu principal objetivo em Bento é proporcionar à população uma melhor qualidade de vida por meio dos órgãos de Segurança Pública. “Vamos interagir com a Brigada Militar, com a Guarda Civil e com a fiscalização de trânsito, a fim de proporcionar o melhor que a Polícia Civil pode oferecer: investigações de qualidade e redução de delitos que têm preocupado a comunidade”, disse.

Questionado sobre como irá atuar em Bento, Bias comentou que pretende mapear as zonas com maior índice de tráfico de drogas para enfrentar diretamente o principal problema que tem feito disparar os índices de criminalidade no município, como o homicídio. “Também precisamos atuar preventivamente. Antes que os delitos aconteçam precisamos estar nas ruas. Por isso a comunidade precisa confiar mais nos órgãos policiais e trazer mais informações para nos auxiliar nas investigações. Quero que a população saiba que pode contar com um delegado que está com muita vontade de trabalhar”, declarou.

Outro índice que deverá ter uma atenção especial por parte do delegado será o roubo a pedestre, que tem levantado o alerta no programa RS Seguro do governo do Estado. “Esse é um crime de difícil elucidação, porque acontece na rua e, normalmente, ninguém vê. Não temos muitas informações. Mas estamos de olho para reduzir esses índices também”, afirmou.

O delegado regional Cleber dos Santos Lima também participou da coletiva de imprensa e saudou a chegada de Bias a Bento Gonçalves. “É um delegado jovem, da última turma e que terá um enorme desafio que é substituir a delegada Maria Isabel [Zerman Machado], uma profissional competente, empenhada e muito bem quista pela comunidade bento-gonçalvense”, disse. “Mas tenho certeza que saberá trazer a toda a comunidade de Bento o que ela mais espera: índices reduzidos de criminalidade”, complementou.

A então delegada da 1ª DP de Bento, Maria Isabel Zerman Machado, assumiu o lugar de Bias na DPPA de Caxias do Sul. Conforme o delegado regional, a transferência fez parte de “uma escolha pessoal” de Maria Isabel, que esteve por cerca de sete anos à frente da delegacia.

A 1ª DP é responsável por investigar todo o tipo de crime ocorrido em bairros da região Norte e Oeste do município (como São Roque, Centro e Tancredo Neves). Já a 2ª DP se encarrega das investigações relativas aos demais bairros (Como Fenavinho, Municipal e Santa Helena). O município ainda conta com a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), que atende crimes contra mulheres, crianças e adolescentes.

Novos policiais para a região

Durante a coletiva de imprensa desta segunda, 18/10, o delegado regional Cleber dos Santos Lima adiantou que está previsto para o próximo ano um incremento “de força de trabalho” para a região da Serra Gaúcha. “Tivemos recentemente a visita da Chefe de Policia Civil do RS [delegada Nadine Anflor], quando nos reunimos com todos os delegados da região. Nos foi adiantado que há uma nova turma na academia de polícia sendo chamada em novembro e que, possivelmente, para março [do próximo ano] estará sendo formada”, relatou. “Ela prometeu tratar com carinho para que a Serra Gaúcha receba o maior número de policiais que irão somar o nosso efetivo e, com certeza, poderemos fazer um trabalho mais qualificado”, continuou o delegado.

Lima ainda falou sobre os trâmites da Central de Polícia que deverá ser construída na Planalto. “Já foi elaborado o anteprojeto arquitetônico e eu já elaborei um plano de necessidades. No local ainda haverá espaço para acrescentar duas novas delegacias, além das quatro existentes hoje em Bento [DPPA, 1ª DP, 2ª DP e DEAM]”, adiantou. “Não podemos falar de um prédio público pensando apenas no hoje. Temos que pensar 10 anos à frente”, argumentou o delegado. O projeto, conforme Lima, depende agora do aval da secretaria estadual de Obras, mas afirma que a secretaria de Segurança garantiu se tratar de uma prioridade do governo de Eduardo Leite para o próximo ano.   

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.