Adolescentes de 16 anos com título de eleitor representam apenas 0,1% em Bento

Atualmente, município conta com 89.996 eleitores, a maioria na faixa etária dos 45 aos 59 anos

Foto: Reprodução/Em Dia ES

Em todo o Brasil, diversos artistas, músicos, políticos e influenciadores digitais têm feito campanhas nas redes sociais para convocar os adolescentes às urnas nas eleições deste ano, que serão realizadas no dia 02/10. Historicamente, o número de jovens de 16 e 17 anos interessados em tirar o Título de Eleitor sempre foi baixo no país, por ainda não ser uma medida obrigatória. Conforme estatísticas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em todo o Brasil há apenas 225.244 eleitores de 16 anos, o que representa 0,150% do total de 147.586.338 pessoas.

Em Bento Gonçalves, o cenário é parecido, do total de 89.996 eleitores, somente 95 têm 16 anos – um percentual de 0,110%. A faixa etária mais expressiva é aquela entre 45 e 59 anos, que representa 25% do total de eleitores. O número de adolescentes de 17 anos com Título de Eleitor no município também é baixo: 220 no total – 0,240%.

Entre os menos de 100 jovens de 16 anos com título de eleitor em Bento está o adolescente Andrey Esberse, estudante da escola Mestre Santa Bárbara. Ele conta que foi incentivado pela empresa onde trabalha a obter o documento, mas afirma que já pensava em tirar o título para validar suas opiniões políticas. “Acho importante e interessante que os jovens tirem o título de eleitor aos 16 anos, pois eles podem dar suas opiniões nas votações desde cedo”, comenta.
E os jovens que ainda não foram atrás de seu título e estão interessados em participar das eleições gerais deste ano ainda têm um tempo razoável: o prazo para emissão encerra no dia 04/05. Quem não tirar o título até maio somente poderá pedir a emissão depois da eleição e votar em 2026.

Regularização do título de eleitor

O mesmo prazo de 04/05 é válido para quem precisa regularizar a situação eleitoral. Para estar em dia com o título, é preciso ter participado de todas as eleições passadas ou ter justificado as ausências, além de ter atendido às convocações da Justiça Eleitoral (para trabalhar como mesário, por exemplo) ou ter quitado as multas que tiverem sido aplicadas.

Caso o eleitor tenha deixado de votar e tenha multas eleitorais, é possível emitir o boleto para pagamento no site do TSE, por meio do serviço “Consulta de débitos do Eleitor”, no seguinte link: https://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-de-eleitor/quitacao-de-multas.

Após quitar a Guia GRU no Banco do Brasil, é necessário aguardar a identificação do pagamento pela Justiça Eleitoral e o registro na inscrição pela zona eleitoral onde for inscrito, que, a partir daí, ficará regular quanto ao débito pago.
Caso haja urgência para a regularização da situação eleitoral, é possível entrar em contato com a sua zona eleitoral para orientações sobre a baixa da multa no sistema.

Atendimento on-line

Com o objetivo de qualificar o atendimento prestado ao eleitorado do Rio Grande do Sul, o Tribunal Regional Eleitoral do RS ampliou, desde setembro de 2021, o rol de serviços oferecidos de forma on-line, diretamente na sua página na internet, para acesso pelo computador, tablet ou smartphone.

No site do TRE-RS (www.tre-rs.jus.br), no menu de Serviço ao Eleitor, basta clicar em ‘Atendimento’ para acessar a plataforma de atendimento virtual do TRE-RS. Nessa plataforma, a eleitora ou o eleitor podem obter, de onde estiverem, todos os serviços disponibilizados nos cartórios eleitorais, como por exemplo: fazer o primeiro título; transferir a inscrição eleitoral para outro Município; alterar dados pessoais; e tirar certidões.

No serviço “Consultar situação eleitoral” é possível verificar se está tudo certo para votar nas próximas eleições. Se o título de eleitor estiver regular, será possível votar mesmo que não tenha sido feito coleta biométrica. O registro da biometria está suspenso em todo o território nacional por prazo indeterminado.

Em caso de dúvida, na própria página dos serviços on-line é possível conversar com um dos atendentes da Justiça Eleitoral, clicando na opção “Preciso de ajuda”.

A pessoa que não conseguir solucionar seu problema de forma virtual poderá agendar o atendimento presencial, sem a necessidade de enfrentar fila. O agendamento em Bento Gonçalves deve ser feito pelo telefone (54) 3451.8688, no horário das 10h às 17h.

Mais informações pelo site https://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2022/Janeiro/eleicoes-2022-regularize-o-titulo-ate-4-de-maio-e-fique-apto-a-votar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.