Alunos de Arquitetura e Urbanismo da UCS/Bento realizam projeto para o Parque do Lago da Fasolo

Presente no Campus da Região dos Vinhedos da Universidade da Caxias do Sul em Bento Gonçalves desde 2013, o curso de Arquitetura e Urbanismo vem se destacando por sua qualidade acadêmica e inserção comunitária.

Além de ter obtido um excelente resultado no último Conceito Preliminar do Curso (CPC) de 2019, indicador do INEP que avalia a qualidade dos cursos Superiores no Brasil, quando atingiu o conceito 4,0/5,0, sendo a 35° melhor nota de todos os cursos de Arquitetura do País, a 6° melhor nota do Rio Grande do Sul e a 2° melhor nota das universidades privadas do RS, o curso de Arquitetura e Urbanismo tem participado em diversas ações em Bento Gonçalves e Região.

Durante os estágios obrigatórios, os alunos são envolvidos em demandas reais das iniciativas pública e privada, desenvolvendo, em todos semestres, projetos em áreas de cidades da região, o que gera discussão crítica sobre o território. Quando chega o momento de produção de seus Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC), o local escolhido pelos acadêmicos para a elaboração do projeto geralmente está relacionado com as cidades em que residem. Os professores, por sua vez, fazem parte de Conselhos Municipais, representado a universidade, participando das decisões e trazendo para a academia os problemas reais da sociedade.

Tais vínculos, entre a universidade e a comunidade em que se encontra inserida, geraram, a partir da participação da UCS no Grupo Temático de Urbanismo do Bento + 20, a demanda de um banco de ideias para possível intervenção futura no Lago da Fasolo.

Desta forma, durante este semestre, cerca de 50 alunos do último Atelier de Projetos do curso de Arquitetura e Urbanismo estão trabalhando, como tema da disciplina, em uma intervenção urbana no Lago da Fasolo e sua vizinhança. As discussões envolvem aspectos de planejamento, mobilidade urbana, espaços abertos, sustentabilidade ambiental, entre outros.

O objetivo é reconhecer, a partir dos trabalhos dos alunos, as potencialidades e os problemas do lugar e estabelecer diretrizes de intervenção a serem utilizadas em um Termo de Referência para um futuro Concurso Nacional de Arquitetura para o Parque do Lago da Fasolo.

Nas imagens , professores e alunos visitando a área de intervenção, conversando com moradores e reconhecendo o local em que atualmente estão desenvolvendo os projetos.

Pretende-se organizar, no início do próximo ano, com a finalização dos trabalhos, uma apresentação pública dos resultados e das propostas desenvolvidas, aberta à comunidade acadêmica e geral.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.