Amesne começa a definir rumo da UFRGS na Serra

Na última sexta-feira, dia 27, Cotiporã foi sede de reunião da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) sobre a implantação da extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) na Serra Gaúcha. Entre as definições da reunião, ficou acertada a formação de um Comitê Pró-Universidade Federal, a ser composto por vereadores, deputados federal e estadual, representantes do Corede e de associações de estudantes, trabalhadores e comércio. Os nomes serão conhecidos no próximo encontro da Amesne, no dia 17 de junho, em Santa Tereza.

Na data os prefeitos das cidades associadas devolverão um questionário respondido sobre qual o conceito de universidade – centralizado ou polarizado – e quais cursos desejam. O presidente da Amesne, Waldemar De Carli, defende o espírito regional. “Precisamos aprender a trabalhar por região e não por cidade, como fazem os países europeus”, pondera. Para o prefeito de Bento Gonçalves Roberto Lunelli, que participou do encontro, o mais importante é a discussão do que os municípios querem para a extensão. “O local é a última questão a ser debatida”, afirma.

 

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.