Aos 90 anos, morre fundador das lojas Colombo, Adelino Colombo

Morreu no final da manhã desta sexta-feira, 15/10, Adelino Colombo, de 90 anos, o fundador de uma das maiores redes de varejo do país, Lojas Colombo. Segundo informações o empresário estava internado no hospital Moinho de Ventos em Porto Alegre e faleceu de causas naturais.

A informação foi confirmada através de uma nota divulgada no site da rede de lojas e assinada pelo vice-presidente da empresa Eduardo Colomboconfira:

Extremo pesar: nosso fundador e Presidente nos deixou

Este é o momento mais triste da história do Grupo Colombo. Nosso Presidente e fundador nos deixou hoje, depois de 62 anos de uma liderança visionária e empreendedora, pautada por trabalho, retidão e cuidado com as pessoas. Aos 90 anos, Adelino Raymundo Colombo parte para uma nova jornada, mas seu legado. solidamente edificado em nossa cultura, seguirá nos guiando como caravelas impulsionadas pela força do vento. Desbravar, conquistar, encantar: atitudes que definem a trajetória de um homem simples, criado no seio de uma família humilde, com princípios e valores jamais esquecidos e que, por sua fortaleza, transformaram o menino sonhador num dos grandes ícones do varejo brasileiro.

Falar de Adelino Colombo é contar uma história linda, cativante, emocionante, instigante e sempre muito inspiradora. E é exatamente assim que vamos honrar sua herança: aprendendo diariamente e buscando fazer sempre melhor. Seus ensinamentos ecoam nas conquistas de nossa empresa e ganham voz em cada uma das 4.600 pessoas que hoje formam esta gigante que perpetua seu nome.

Como sucessor da obra deste grande homem, sinto-me no dever de manifestar também a honra de ocupar esta posição e ter sido preparado por ele para levar adiante esta história.

Infelizmente cabe a mim, como Vice-presidente, levar a vocês esta terrível noticia. Assim como cabe a mim manifestar o desejo dele: que sigamos em frente, firmes e determinados! E vamos fazê-lo alimentando e mantendo viva a chama deste homem único, infinito em sua sabedoria e humilde em sua essência: um eterno aprendiz, como ele mesmo se autodefinia.

Todos ocupávamos um lugar especial neste coração que não tinha limites. Nosso muito obrigado por tudo, Sr. Colombo! Siga o caminho pleno que iniciou aqui e continua pela eternidade, rumo ao encontro do Criador. Fica um vazio enorme, mas também a certeza de que daremos continuidade a seu legado.

Eduardo Colombo Vice-presidente

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.