Após caso no São João, vazamento intenso de água é registrado no Pomarosa, em Bento

Em tempos de racionamento e falta d´água em alguns locais, o vazamento de água potável preocupa moradores

Fotos: Divulgação

Na noite de sábado, 18/02, o SERRANOSSA informou sobre um vazamento intenso de água potável na avenida Alvi Azul, no bairro São João, em Bento Gonçalves. E um caso parecido se repete, mas na rua Platão Motta, no bairro Pomarosa, próximo à BR-470.

De acordo com uma moradora, o vazamento foi percebido ainda na manhã de sábado. O contato com a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) foi realizado no mesmo momento e, segundo ela, teve como resposta que a empresa iria verificar o problema, mas sem informação de quando isso seria realizado – é comum que a Corsan dê o prazo de 24 horas para que uma visita técnica seja realizada. “Apenas pediram a dimensão do vazamento, mas como vou saber? Só conseguimos ver a água que está subindo entre os paralelepípedo, por baixo não sabemos a situação”, afirma a moradora.


Fotos: Divulgação

Neste domingo, 19/02, passadas 24 horas da descoberta do vazamento, de acordo com a moradora, a quantidade de água potável desperdiçada só aumentou. “É triste na verdade, porque sabemos que estamos enfrentando falta d’água, e quando nos deparamos com vazamentos e tentamos avisá-los para que solucionem o mais rápido possível, parece que não se importa”, comenta.

A reportagem entrou em contato com a Corsan e foi informada que ainda neste domingo, 19/02, os técnicos da Companhia deverão visitar o local para uma vistoria técnica. Caso isso não aconteça, um novo contato deve ser feito e a visita será classificada como de urgência, visto que o vazamento é na rua.

A ligação foi feita através do telefone 0800-646-6444 (plantão).