Após ofensas de vereador gaúcho, Leite se encontra com cantor baiano Gilberto Gil

O cantor baiano se apresentou em Porto Alegre neste sábado, 04/03, e contou com a presença do governador gaúcho

Foto: Gregori Bertó/Secom

Neste sábado, 04/03, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), se encontrou com o cantor baiano Gilberto Gil, símbolo na MPB. Gil esteve visitando o Estado para realizar show, em Porto Alegre, neste sábado.

Em post nas redes sociais, Leite falou sobre a recepção de Gil e sua importância para a música brasileira, além de reforçar o carinho pelo povo da Bahia.


“‘Aquele abraço!’ Recepcionei o mestre Gilberto Gil e sua querida Flora em sua passagem pelo RS. Gil, além de um ícone brasileiro, é um símbolo da Bahia, que tanto admiramos e queremos bem. Ele e todos os baianos e brasileiros serão sempre bem-vindos e bem quistos no nosso estado”, escreveu.

O encontro entre o governador e o cantor tem uma ligação com o recente caso dos 207 trabalhadores, visto que a maioria era oriunda da Bahia e que foram encontrados em condições de trabalho análogas à escravidão em Bento Gonçalves.

Além deste caso, que está sendo investigado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), houve o caso do vereador Sandro Fantinel (Sem partido), de Caxias do Sul, que ofendeu os trabalhadores e será investigado por quebra de decoro parlamentar.

Na sessão do dia 28 de fevereiro, em seu discurso, Fantinel pediu que os produtores da região “não contratem mais aquela gente lá de cima”, se referindo a trabalhadores vindos da Bahia. Fantinel sugere que se dê preferência a empregados vindos da Argentina, que, segundo ele, seriam “limpos, trabalhadores e corretos”. Ele também disse que é cultural que baianos “vivam na praia tocando tambor”.

No mesmo dia, Eduardo Leite se manifestou repudiando o caso: