Apresentador de TV de Garibaldi é agredido quando chegava ao trabalho

Daniel Carniel apresenta o programa Prato Limpo, na Adesso TV, quando foi abordado e agredido por dois homens. O apresentador alega que está sendo ameaçado devido a denúncias contra políticos de Garibaldi e Bento Gonçalves realizadas em seu programa.

O apresentador da Adesso TV, Daniel Carniel, foi agredido com socos e chutes no início da tarde desta sexta-feira, 14/01, por volta das 12h50, quando chegava para trabalhar na emissora, em Garibaldi.

Imagem: Reprodução/Portal Adesso

De acordo com o jornalista, dois homens estariam esperando sua chegada e, após ser identificado, Daniel foi surpreendido com diversas agressões. “Eles pediram quem era o Daniel e disse que era eu e imediatamente começaram a me agredir. Me jogaram no hall de entrada do prédio, onde seguiram me chutando e diziam: isso é pelas denúncias que tu está fazendo na TV, isso é para você aprender a falar na TV, para te mostrar que tu não pode falar o que quiser”, contou o apresentador, durante transmissão ao vivo no seu programa “Prato Limpo”. O jornalista já havia relatado ameaças por conta de denúncias e questionamentos realizados contra políticos de Garibaldi e Bento Gonçalves.

Daniel comenta que não sabe quem são os agressores, mas já entregou imagens da câmera de segurança do prédio para a Brigada Militar, que registrou a ocorrência. O apresentador está no Hospital São Pedro, em Garibaldi, para a realização de corpo de delito e também avaliando seu estado de saúde.

Conforme a Brigada Militar de Garibaldi, as imagens obtidas serão anexadas na ocorrência para subsidiar o Inquérito Polícial, a cargo da Polícia Civil.

O SERRANOSSA se solidariza com o colega de imprensa, deseja melhoras e repudia todo e qualquer ataque ao trabalho realizado pelos profissionais da comunicação.

2 Comentários
  1. Consuelo Diz

    Este tipo de comportamento dos agressores só mostra que tem razão o jornalista nas denúncias que fez. E quem tenta vencer pela força perde qualquer chance de estar certo. Que burros, quem executou e quem mandou agredir . Tem que investigar e publicar nomes e fotos para que toda a população saiba quando encontrar os meliantes na rua saber. E olha que eu nem sei o que o cara denunciou, mas
    diante do acontecido ele
    deve estar coberto de razão.

  2. eduardo Diz
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.