Ator bento-gonçalvense é selecionado para filme de diretor renomado

Eduardo Giovanella de Almeida irá contracenar com atores famosos como João Baldesserini, Fabiana Karla, Nany People e Danielle Winits em mais um filme de Hsu Chien

Há sete anos, quando ingressou em seu primeiro curso de teatro, o jovem bento-gonçalvense Eduardo Giovanella de Almeida jamais imaginou que estaria contracenando com atores famosos, em tão pouco tempo. O ator que ficou conhecido por sua atuação no curta “O Menino da Terra do Sol”, em 2018, foi selecionado para mais um filme do diretor Hsu Chien.

Responsável por títulos como “Me Tira da Mira”, com Cleo Pires, Fiuk e Sergio Guizé, o diretor parte agora para uma comédia intitulada “De repente, Miss”. E o ator de Bento Gonçalves foi escolhido para viver o personagem Henrique, par romântico da talentosa Giulia Benite, que protagonizou os filmes da “Turma da Mônica”. Eduardo ainda irá contracenar com atores como João Baldesserini, Fabiana Karla, Nany People e Danielle Winits, que será a sua tia. A comédia se passará no famoso Beach Park, em Fortaleza.

“Estou muito ansioso. Eu amo muito atuar e saber que estou sendo reconhecido por um diretor consagrado, pelo meu trabalho e esforço, é muito gratificante. É uma grande oportunidade que vou ter para mostrar o meu talento”, comenta o jovem ator.

Eduardo e sua mãe, Tanira Giovanella, que tem sido sua grande incentivadora e parceira, embarcaram para Fortaleza no domingo, 22/05. As gravações com Eduardo tiveram início na terça, 24/05, e deverão ter duração de um mês. A expectativa é que o filme seja lançado no próximo ano.

O começo de tudo

Ao acompanhar de perto a novela “Carrossel”, do SBT, começou a florescer em Eduardo o apreço pela atuação. “Ele me perguntou como poderia se tornar um ator. Então fomos atrás para conhecer o meio e entender como poderíamos introduzir o Eduardo”, recorda Tanira.

Ao participar de uma convenção em Curitiba, a família foi instruída a inscrever Eduardo em um curso de Teatro e buscar uma agência de confiança. Em 2015, ele iniciou seu primeiro curso. “Não é um mundo fácil. Há muita concorrência e agências espalhadas. Precisamos fazer muita pesquisa e muito investimento financeiro, sem ter garantia de nada. Mas sabíamos que esse era o sonho dele, então fomos atrás”, comenta a mãe.

Foram cerca de três anos de muita dedicação para que, em 2018, o ator mirim fosse aceito em seu primeiro papel. O personagem Nini do curta “O Menino da Terra do Sol” abriu portas inimagináveis. Aos 11 anos, Eduardo conquistou a admiração de atores, produtores e diretores brasileiros. Foram cinco premiações de melhor ator mirim/júnior e uma de melhor ator do ano em festivais renomados.

O principal deles foi o do Los Angeles Brazilian Festival, realizado em 2019 em Los Angeles, na Califórnia. Foi nos Estados Unidos que Eduardo conheceu Meire Fernandes, fundadora do festival. “Desde o início ela sempre disse que queria muito contribuir com a minha carreira. É uma grande amiga, que considero como dinda”, diz Eduardo.

A seleção para o filme “De repente, Miss” é contada por Eduardo com muita emoção. “O Hsu me perguntou se eu queria fazer uns vídeos para uma seleção, então eu topei. Mandei os vídeos com o texto que ele me passou e eu fui pré-selecionado. Depois, juntamente com a produtora, eu fui selecionado e aprovado e então fiquei sabendo que seria para esse filme maravilhoso que estarei participando”, relata.

Agora, essa nova grande oportunidade deverá abrir mais e mais portas para o jovem de apenas 15 anos. Um adolescente que, mesmo tão novo, já esbanja comprometimento, entusiasmo e muito amor pela profissão que escolheu para a vida. “Todos esses festivais que participamos me colocaram em contato com pessoas importantes. Fiz amigos que me ajudaram a chegar onde estou. E com certeza pretendo seguir me dedicando, dando o melhor de mim, me profissionalizando e agarrando essas oportunidades sempre que surgirem, com muita sabedoria e gratidão”, afirma o jovem.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.