Indiciados por assassinato em Bento são presos em Porto Alegre

Sheila Daiane Corrêa Ceconi e de Martielo de Souza Martins estavam foragidos e foram localizados na madrugada desta terça-feira, 19/04, no bairro Restinga, Zona Sul da capital

Nesta terça-feira, 19/04, a Polícia Civil efetuou a prisão do casal indiciado por ter praticado homicídio qualificado contra Antônio Vilmar Moraes, no dia 11/03, na Linha Eulália, no interior do município de Bento Gonçalves. Os acusados Sheila Daiane Corrêa Ceconi, que seria companheira da vítima, e Martielo de Souza Martins estavam foragidos e foram localizados durante a madrugada no bairro Restinga, Zona Sul de Porto Alegre.

Conforme informações da 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP) de Bento, responsável pela investigação da morte de Antônio Vilmar Moraes, os presos teriam primeiramente fugido para Crissiumal após o crime em Bento Gonçalves. Naquela cidade, teriam cometido latrocínio – roubo seguido de morte – contra o taxista Cleber Roni Tormes.

Imagens dos foragidos que estavam com mandado de prisão preventiva em aberto foram divulgadas pelas autoridades policiais em veículos de comunicação do Estado. Além disso, a equipe de investigação da 1º DP, juntamente com os agentes da Delegacia de Crissiumal, realizaram várias diligências e compartilhamentos de informações a fim de localizarem os autores.

“Em razão da autuação em conjunto com o delegado William Garcez, responsável pela investigação do latrocínio na cidade Crissiumal, foi possível a captura dos foragidos, a qual ocorreu com o apoio da 16ª Delegacia de Polícia da Capital, coordenada pelo delegado Brentano”, informou o delegado de Bento, Renato Nobre Bias.

No interrogatório, os presos teriam permanecido em silêncio. Após as formalidades legais, eles foram encaminhados ao sistema prisional gaúcho, onde ficarão à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.