Banco ortopédico em Bento empresta cadeiras de rodas, andadores e outros itens para pessoas de baixa renda

Quem já precisou usar materiais ortopédicos sabe o quanto estes itens podem custar caro. Pensando nas famílias que necessitam de cadeiras de rodas, andadores, muleta, banquetas para banhos e outros itens, a Secretaria de Esportes e Desenvolvimento Social de Bento Gonçalves (Sedes) criou o Banco Ortopédico. A ideia é que a comunidade possa realizar doações destes materiais que, depois de passar por manutenção, serão destinados às pessoas de baixa renda com limitações físicas.


 

Atualmente em Bento Gonçalves há 600 pessoas com cadastro ativo na Coordenadoria de Acessibilidade e Inclusão Social da Pessoa com Deficiência (Caispede). Elas recebem fraldas e também entram para uma lista de espera para empréstimo dos materiais ortopédicos. Neste mês de julho, 42 pessoas estão fazendo uso destes itens e outras tantas procuram a secretaria diariamente para saber mais informações sobre os materiais.

É o caso da Jucimara de Moraes que buscou no banco ortopédico materiais para sua mãe Carmen Agostini, de 79 anos. Após sofrer um AVC há quatro anos, Carmen passou a ter limitações físicas. “Ela ficou muito tempo acamada, inclusive fazendo uso de sonda. Nos últimos anos a situação melhorou um pouco e hoje ela já consegue se locomover com andador. Mas mesmo assim eu a auxilio para tomar banho, se alimentar e andar”, comenta Jucimara. Com atendimento de médicos domiciliares, através do Sistema Único de Saúde (SUS), ela ficou sabendo da existência do banco ortopédico e, para melhor a qualidade de vida da mãe, conseguiu cadeira de rodas, cadeira de banheiro e cama hospitalar. “Se a gente não tivesse esse apoio, não teríamos condições de comprar tudo isso”, completa. 


 

O banco de materiais ortopédicos foi instituído pela Lei Municipal n° 6641 de 30 de junho de 2020 e recebe doações de materiais novos e usados como cadeiras de rodas e de banho, muletas, andadores, bengalas, botas ortopédicas, entre outros. “Este projeto tem como objetivo atender pessoas com limitações físicas ou ainda que passam por procedimentos cirúrgicos, e que não dispõem de recursos financeiros para adquirir os materiais”, explica a coordenada do Caspede, Patrícia Graciela Cargnin.

Os materiais emprestados ficam sob a responsabilidade do usuário até que a sua necessidade seja atendida. Após isso, ele é devolvido para o banco, que faz a manutenção e, se necessário, repassa para outra pessoa, sem custo nenhum para a família. Para contribuir com o projeto, basta deixar a doação junto à Secretaria (rua 10 de novembro, 190, sala 2, no Complexo Administrativo da Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves) ou ainda entrar em contato pelo telefone (54) 3055-7416. “Contamos com a ajuda da comunidade para que possamos auxiliar mais pessoas”, convoca Patrícia. 
 

Materiais cedidos atualmente

– 15 cadeiras de rodas
– 19 cadeiras de banho
– 11 andadores
– 4 pares de muletas
– 1 cadeira de rodas infantil
– 2 banquetas de banho
– 1 comadre
 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.