Bento explica atraso no registro de vacinas no ConecteSus

Conforme a prefeitura, a equipe de Tecnologia da Informação já está em contato com a área técnica do DATASUS para corrigir a certificação “o mais rápido possível e, assim, normalizar os cadastros”

Foto: arquivo/SERRANOSSA

A secretaria da Saúde, através da Coordenadoria de Imunizações, informou nesta segunda-feira, 14/03, que o sistema para registro da vacina contra COVID-19 segue apresentando instabilidade. Por conta disso, há um atraso no registro dos imunizados para o ConecteSus.

O Conecte SUS é um aplicativo do Ministério da Saúde usado para registrar todas as interações dos cidadãos com o Sistema Único de Saúde, como atendimentos, medicamentos e exames realizados e acesso à Carteira Nacional Digital de Vacinação.

No fim do ano passado, a plataforma do Ministério da Saúde foi invadida por hackers, que deixaram o serviço fora do ar por 13 dias.

De acordo com a coordenadora do setor, Luiza Do Rosário, as vacinas são digitadas no sistema municipal, que transmite para o Estadual e posteriormente para o sistema do Ministério da Saúde.

“Estamos recebendo diversas mensagens de pessoas que não conseguem realizar a expedição do registro de vacinação com todas as doses. Além da instabilidade do sistema, após o ataque hacker no sistema do Ministério da saúde, sendo que algumas informações ainda não foram recuperadas, estamos renovando o certificado de cadastro Municipal, então teremos que fazer todo cadastro manual dessas doses, que levam alguns dias para estarem disponível para consulta”, destaca.

A equipe de Tecnologia da Informação da secretaria de Saúde afirma que já está em contato com a área técnica do DATASUS para corrigir a certificação “o mais rápido possível e, assim, normalizar os cadastros”.

Mais informações podem ser obtidas no setor de imunizações, pelo telefone 3055-7268.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.