Bento Gonçalves inicia projeto de voleibol sentado para pessoas com deficiência Física

A partir do dia 2 de setembro, Bento Gonçalves inicia um projeto que tem como finalidade a fomentação do voleibol paraolímpico: será o voleibol sentado, destinado a pessoas com deficiência física (lesados medulares, paraplégicos, amputados dos membros inferiores). A ideia é que, futuramente, a cidade forme equipes masculinas e femininas para representar a cidade, o estado e o Brasil.
O projeto conta com 16 vagas para pessoas com  mais de 16 anos. Os treinos serão realizados no Clube Aliança, às segundas e quintas-feiras, das 13h30 às 15h30, com participação gratuita.
A concepção e coordenação do projeto estão a cargo do professor Francisco Ferreira, mestrando em Voleibol e Especialista em Medicina Esportiva. Com mais de 45 anos de experiência treinando equipes de vôlei, nas suas variantes, o educador quer capacitar os participantes através do voleibol, desenvolvendo a formação de caráter, baseado em valores de paz, ética, cidadania, convivência social, saúde, além de desenvolver, através de treinamentos específicos, jogos lúdicos e competitivos, as capacidades necessárias ao seu desenvolvimento motor,  qualidades físicas, e a execução de tarefas do cotidiano.
Segundo ele, a prática promove inúmeros benefícios aos participantes: na esfera social potencializa a qualidade de vida, com destaque aos aspectos como socialização e autoestima dos envolvidos e contribui nos processos de inclusão socioeducacional. “Já no âmbito motor, podemos perceber a melhora na resistência física e o favorecimento de sua adaptação ou readaptação física global”, complementa.


Voleibol sentado foi destaque nas paralímpiadas 

O treinador salienta que a fase inicial desta formação estará focada no acolhimento das pessoas que chegam ao grupo. “É importante que a pessoa com deficiência física consiga romper a barreira da insegurança quanto à capacidade ou não da prática de um esporte. Nosso convite é para que as pessoas sintam-se à vontade para se aproximar, conhecer e experimentar novos movimentos”, convida.
O projeto conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves, através da Secretaria de Desporto e Desenvolvimento Social, da Associação Atlética e Cultural Bento- gonçalvense (AACB), do Clube Aliança e da Associação de Deficientes Físicos de Bento Gonçalves (ADEFF)
Maiores informações e inscrições podem ser feitas através da ADEF – Associação de Deficientes Físicos, pelos fones: 54 3451-4499  e 54 3454-3741
 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.