Bento terá Samu Pet, farmácia e mutirão de castração nos bairros

Novas ações voltadas à causa animal foram detalhadas em reunião com voluntários na noite de terça-feira, 03/05. Após zerar fila de castrações agendadas, ações serão concentradas nos bairros mais vulneráveis

Samu Pet exposto na feirinha de adoção realizada no último sábado, 30/04, no Centro. Foto: Divulgação/Prefeitura

Em reunião com voluntárias na noite de terça-feira, 03/05, na Casa das Artes, a secretaria municipal de Saúde apresentou novas ações voltadas à causa animal em Bento Gonçalves. Desde o início do ano, o departamento de Bem-Estar Animal da secretaria vem colocando em prática iniciativas demandadas há anos, iniciando pela ampliação das castrações. Com o novo edital em vigor, que conta com quatro clínicas veterinárias parceiras, já foram castrados 1.483 cães e gatos entre fevereiro e o início de maio – um aumento de 636,48% em relação ao mesmo período do ano passado.

Esse é o maior número de castrações já realizadas no município, superando o total dos anos anteriores. “Com isso, zeramos a fila de agendamentos. A projeção é que iríamos alcançar esse objetivo apenas em agosto. Mas conseguimos adiantar essa meta e agora podemos focar em outras ações”, comenta o secretário-adjunto de Saúde, Gilberto Júnior.

Dessa forma, junto à iniciativa de controle populacional de cães e gatos, o departamento começou a atender as demais demandas de protetores voluntários da causa animal em Bento. Já está em vigor, por exemplo, a hospedagem de animais. A empresa vencedora do edital – uma hospedagem de Garibaldi – hoje já abriga três cães resgatados de maus-tratos. O espaço tem vaga para outros 17 animais, que exclusivamente poderão ser encaminhados pelos fiscais de Meio Ambiente e do departamento de Bem-Estar Animal, ao constatarem os maus-tratos ou resgatarem um animal bravio.

Reunião com voluntários da causa animal realizada na terça-feira, 03/05, na Casa das Artes. Foto: Eduarda Bucco

Samu Pet

E a partir das próximas semanas, o município deverá também contar com o Samu Pet, uma espécie de ambulância adaptada para atender casos de menor complexidade e encaminhar cães e gatos para atendimentos de urgência e emergência. Essa medida havia sido solicitada pelo vereador Ari Pelicioli no início do ano, na Câmara de Vereadores.

Dois médicos veterinários já foram contratados para integrar a equipe responsável pelo Samu, os quais receberão treinamento adequado. São eles Luciano Missel Maieski e Vanessa Maria Farina. Também compõe a equipe a veterinária Rafaela Jornada, já contratada da secretaria de Saúde e que tem auxiliado na elaboração das ações. A expectativa é que a ambulância entre em funcionamento ainda neste mês de maio. 

Especialidades veterinárias

Para integrar essa rede de atendimentos, a prefeitura está finalizando o edital para contratação de clínicas para realização de atendimentos de urgência e emergência; cirurgias de baixa, média e alta complexidade; e exames de modo geral. Com isso, o Samu Pet poderá auxiliar resgatando animais machucados e encaminhando para essas clínicas parceiras.

“Desde o primeiro contato que tivemos com vocês nós deixamos claro que queríamos minimizar os custos. Sabemos quanto vocês gastam mensalmente com resgate de animais e queríamos passar a oferecer esse suporte”, destacou Gilberto para as voluntárias presentes na reunião.

Farma Pet

Também irá compor essa rede de atendimento aos cães e gatos a farmácia pet. A ação já está em fase de licitação e dentro de alguns dias o município passará a contar com equipamentos para contenção e transporte de animais; medicamentos; vacinas e equipamentos veterinários. “Será uma farmácia bem completa, com remédios para carrapato, pulgas, vermífugos, antibióticos, antiflamatórios… terá todo o básico, mas que julgamos ser o mais importante para prestar um atendimento de qualidade aos animais”, afirmou a veterinária Rafaela.

Mutirão nos bairros

Por fim, uma ação sugerida ainda na primeira reunião realizada neste ano com voluntárias da causa será posta em prática. A partir deste sábado, 07/05, o departamento de Bem-Estar Animal já deverá realizar o primeiro mutirão de castrações em bairros do município. A ação vai ao encontro das centenas de animais nas ruas em locais mais vulneráveis, principalmente gatos, que acabam se reproduzindo descontroladamente.

O departamento de Bem-Estar Animal, com auxílio de voluntários, deverá mapear as comunidades mais vulneráveis, a fim de capturar o maior número de animais possíveis para serem encaminhados às clínicas veterinárias parceiras. Neste sábado, o bairro Zatt deverá ser o primeiro contemplado. “Agora que zeramos a fila de agendamentos iremos concentrar as ações nos bairros. A ideia é realizar esses mutirões semanalmente, contanto também com o auxílio das agentes de saúde, que têm todas as informações sobre os moradores e a quantidade de animais em cada residência”, explica Gilberto.

Conforme o departamento, na data selecionada a equipe de Bem-Estar Animal, acompanhada de representantes das clínicas parceiras e de voluntários – e com auxílio de gatoeiras para gatos mais ariscos – pegará os animais e encaminhará para castração no mesmo dia. “Queremos reduzir o número de animais nas ruas, precisando de ajuda, e assim poder oferecer mais qualidade de vida àqueles existentes”, reforça o secretário-adjunto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.