BGF encara sequência longe de casa

O técnico Vaner Flores não tem tido vida fácil no comando do Bento Gonçalves Futsal (BGF). As dificuldades consequentes de um elenco debilitado, que acabou influenciando diretamente nas duas derrotas consecutivas, contra o Guaíba e Ibirubá, serão endossadas a partir deste sábado, dia 4, com uma sequência de três compromissos longe de casa.

Após o duelo contra o Atlântico, agendado para as 19h, o BGF viajará para encarar o Teutônia, no dia 11, e o Sananduva, no dia 18. O reencontro com o torcedor está previsto somente para o dia 25, diante da ACBF.

A tarefa de voltar a vencer será ainda mais desafiadora neste sábado, contra o atual campeão gaúcho, em Erechim. O grupo principal, que na última rodada teve apenas 10 jogadores, ficou reduzido a nove – incluindo três goleiros – com a ausência do beque Paulo Renato, que cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Além de não contar com beques no plantel, portanto, Vaner Flores terá apenas dois jogadores de linha para reposição no quarteto. “A gente sabia que precisaria muito contar com a sorte, não propriamente dentro do jogo, onde eu acredito em merecimento e trabalho. Mas a sorte de não ter lesões, o que não tivemos com o Paulo (vem atuando no sacrifício, com lesão no tornozelo esquerdo), o Fernandinho (se recupera de lesão no joelho direito e só deve voltar no final do mês) e o Jefferson (fraturou o tornozelo direito e não joga mais em 2015), além da saída do Rafael (pediu dispensa). Já não fomos bem contra o América, apesar da vitória. Em Guaíba a gente não mereceu vencer, e contra o Ibirubá ficou bem claro que perdemos no cansaço, não podemos dizer outra coisa. O equívoco que o Paulo cometeu no segundo gol é cansaço, o atleta pensa e executa mal, ou não executa, assim como aconteceu com o Juninho no primeiro gol. As coisas estão difíceis, mas não adianta nos assustarmos, o BGF ainda continua em uma situação boa na tabela. Estamos a 10 pontos do nono colocado e a gente também tem que fazer valer essa situação”, ressalta o treinador.

A direção segue a busca por reposição, mas ainda esbarra nas dificuldades para encontrar jogadores que se adequem à realidade financeira. O desafio de Vaner Flores e de seus comandados, enquanto isso, é buscar no mínimo mais três vitórias e, com isso, alcançar os 31 pontos na tabela, projeção do momento para encerrar a primeira fase entre os oito classificados.  

13ª rodada

Sexta-feira, dia 3

Ibirubá x ACBF – 20h

Sábado, dia 4

Atlântico x BGF – 19h

Guaíba x São Luiz Gonzaga – 20h

Afusca x Assaf – 20h

Teutônia x Sananduva – 20h

Cachoeira x Assoeva – 20h

América x Alaf – 20h

Classificação

1º ACBF – 30

2º Ibirubá – 30

3º Assoeva – 28

4º Atlântico – 22

5º BGF – 22

6º Alaf – 19

7º Teutônia – 17

8º Cachoeira – 15

9º Guaíba – 12

10º Assaf – 11

11º América – 11

12º Sananduva – 9

13º São Luiz Gonzaga – 7

14º Afusca – 4

 

É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.

Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA

Instagram: @serranossa

O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários publicados no portal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.