Briga no trânsito acaba em tragédia

Um analista de sistemas de 29 anos de idade registrou ocorrência na Delegacia de Polícia de Bento Gonçalves neste final de semana depois de um desentendimento no trânsito. Segundo o boletim, ele parou seu veículo em uma sinaleira no centro da cidade quando o caroneiro de um Megane com placas de Porto Alegre desceu do carro e começou a chutar os pneus e xingá-lo. Ele não ouviu o que o homem dizia e não reagiu. O homem desistiu, entrou no carro e tomou rumo ignorado.

Em Caxias do Sul, uma história parecida teve um final trágico. Um instrutor de autoescola morreu depois de ser baleado na cabeça ao perseguir um condutor que teria batido no seu carro. O crime aconteceu por volta das 15h30min do último domingo, dia 5, quando Doglas Rafael Kappes, de 27 anos, estava indo comemorar o aniversário da noiva na casa dela e teve a frente de seu veículo cortada por um Corsa. Apesar dos danos materiais mínimos, Doglas e um amigo foram atrás do acusado pelos danos e localizaram o veículo estacionado em frente a uma casa, no mesmo bairro. Doglas anotou a placa e foi perseguido pelo condutor do Corsa, que o acertou quando ele parou para ajuntar uma calota que havia caído depois da colisão. O acusado do homicídio ainda não foi identificado pela polícia.

Greice Scotton

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.