CERAN conclui os testes dos sistemas de alerta das usinas da região

Agora, sistemas de alerta instalados nas Usinas Hidrelétricas Castro Alves, Monte Claro e 14 de Julho estão preparados para utilização em caso de necessidade

Foto: Divulgação

Os sistemas de alerta instalados nas Usinas Hidrelétricas Castro Alves, Monte Claro e 14 de Julho estão preparados para utilização em caso de necessidade. Conforme a CERAN, a comprovação foi obtida por meio do bom desempenho dos equipamentos nos testes realizados na semana passada, entre os dias 25 e 29 de abril.

“Após quase um mês de preparação e divulgação, os testes foram concluídos de forma muito positiva. A preocupação da CERAN sempre foi a de informar a população residente próxima às Usinas para que não houvesse qualquer tipo problema ou inconveniência”, afirma a companhia.

Durante os cinco dias de testes, a CERAN contou com o apoio das Defesas Civis dos municípios localizados na área de abrangência das Usinas, incluindo de Bento Gonçalves, e também com a compreensão da população. O resultado foi considerado excelente. “É um sistema muito importante, pois torna possível alertar com certa antecedência a população ribeirinha em caso de risco de rompimento da barragem”, ressalta o Gerente de Operação e Manutenção, André Akashi.

Segurança

Os sistemas de alerta são compostos por estações com sirenes e foram instalados próximos às barragens de cada Usina, em uma área tecnicamente chamada de Zona de Autossalvamento, que é a região abaixo da barragem, com distância menor que 10 quilômetros.

A instalação do sistema de alerta nas Usinas é uma das exigências estabelecidas pela Política Nacional de Segurança de Barragens, regida pela Lei nº 12.334, cujo objetivo é garantir a observância de padrões de segurança de barragens.

“Importante destacar que a instalação do sistema tem caráter preventivo, não representando qualquer risco para a população. As Usinas da CERAN, cumpre ressaltar, são extremamente seguras, comprovadas por inspeções e revisões periódicas”, ressalta a companhia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.