“Cinco dias sem água”: moradores do Humaitá, em Bento, reclamam de desabastecimento frequente

De acordo com a Corsan, a situação deve retornar à normalidade assim que for consertado um vazamento de água oculto

Foto: Divulgação

Moradores do bairro Humaitá, em Bento Gonçalves, usaram as redes sociais para manifestar indignação com uma situação que, segundo eles, vem ocorrendo com frequência.

Um morador do bairro afirmou que quem mora naquela região está há mais de cinco dias sem água na torneira e que toda semana é registrado de dois a três dias de desabastecimento de água.


“Fazem uma obra de semana e semanas para troca de tubulação. A qual segundo eles resolveria o problema. E continua tudo igual ou pior”, escreveu um morador do local.

Por fim, ele disse que os moradores estão “cansados de abrir protocolos de atendimento todos os dias e não ter soluções”.

O que diz a CORSAN

O SERRANOSSA entrou em contato com a assessoria de comunicação da Corsan para entender o que acontece no bairro Humaitá.

De acordo com o órgão, a situação deve retornar à normalidade assim que for consertado um vazamento de água oculto.

Confira na íntegra o que disse a Corsan:

“Equipes da Corsan já fizeram a troca de um equipamento no sistema de bombeamento de água localizado no bairro Humaitá, e na tarde deste sábado, 10, estavam trabalhando no bairro Conceição, em Bento Gonçalves, onde foi localizado um vazamento oculto (que não é visível). 


Até que o conserto da rede rompida seja finalizado, aquela localidade e os bairros Juventude da Enologia, Maria Goretti e Progresso podem ter oscilações ou interrupção no abastecimento.

Assim que o reparo na tubulação for finalizado, o fornecimento de água para aquela região deve retornar de forma gradual. Para mais informações, estão à disposição da comunidade os canais de relacionamento da Corsan com o cliente: app Corsan, site www.corsan.com.br (na Unidade de Atendimento Virtual), ligações gratuitas pelo 0800.646.6444 e WhatsApp (51) 99704-6644”.