Cinco pessoas são presas durante operação na Serra

Cerca de 200 PMs foram empregados na sexta-feira, 24/06, nos 66 municípios da área de atuação do Comando Regional de Polícia Ostensiva da Serra

Foto: Divulgação

Uma grande operação da Brigada Militar, Polícia Civil e Fiscalização de Trânsito resultou na prisão de cinco pessoas na sexta-feira, 24/06, na Serra Gaúcha. Cerca de 200 policiais militares foram empregados na operação, que ocorreu nos 66 municípios da área de atuação do Comando Regional de Polícia Ostensiva da Serra.

A ação policial faz parte do Plano Tático-Operacional, com base nas diretrizes do programa RS Seguro, que vem sendo realizado pela Brigada Militar em todo Estado. Foram abordadas 1.227 pessoas e 813 veículos na região da Serra.

O novo comandante do CRPO/Serra, coronel Márcio José Rosa da Luz, acompanhou o início da operação em Caxias do Sul, onde teve o primeiro contato com o efetivo policial da cidade e ressaltou a importância do trabalho integrado dos Órgãos de Segurança Pública. Polícia Civil e Fiscalização de Trânsito atuaram conjuntamente com a BM na Operação.

Em Caxias do Sul, quatro pessoas foram presas por tráfico de drogas e porte/posse ilegal de arma de fogo. As prisões ocorreram nos bairros Desvio Rizzo e Pioneiro. Foram apreendidos dois revólveres, munições, 209 gramas de crack, 60 gramas de cocaína, e cinco quilogramas de maconha.

Em Bento Gonçalves, um homem de 23 anos acabou preso por posse ilegal de munições no bairro Aparecida. Com ele foram apreendidas 14 munições calibre.38, uma espingarda de pressão e um simulacro de pistola. Ainda em Bento Gonçalves, foram apreendidas cinco máquinas caça níquel, o responsável pelo local assinou Termo Circunstanciado.
Já em Canela, uma mulher acabou sendo detida por furto a estabelecimento comercial.

O objetivo da ação é promover a segurança pública através de uma atuação integrada, articulada e coordenada dos órgãos da Brigada Militar, e demais órgãos, maximizando a presença policial junto à comunidade, e focando na repressão qualificada e prevenção da violência e na contínua redução dos indicadores criminais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.