Coluna da UCS traz informações do Vestibular de Inverno e curso de implementação de FMEA para empresas

Vestibular de Inverno: inscrições seguem abertas até o dia 5 de junho

As inscrições para o Concurso Vestibular de Inverno 2016 da Universidade de Caxias do Sul (UCS) podem ser feitas até o dia 5 de junho. A partir desta edição, com o objetivo de qualificar ainda mais o seu processo de seleção, a UCS implementou algumas mudanças, como a divisão dos cursos em grupos: agora são quatro, e cada um deles terá uma composição de provas e duração diferentes. 

Os candidatos que se encontram no G1 (para candidatos ao curso de Medicina) e G2 (para candidatos aos cursos de Medicina Veterinária e Odontologia) só poderão realizar a prova no Campus-Sede, em Caxias do Sul. Já os demais candidatos do G3 (cursos de tecnologia e bacharelados) e G4 (cursos de licenciaturas) podem escolher o campus no momento da inscrição. 

O vestibular de inverno acontece no dia 26 de junho. A prova inicia às 13h30, mas os candidatos devem estar no local de prova às 12h30.

Entre as opções de ingresso no Vestibular de Inverno da UCS, em suas unidades universitárias em Caxias do Sul, Vacaria, Bento Gonçalves, Farroupilha, Guaporé, Nova Prata, Canela e São Sebastião do Caí, 13 são ofertadas no Campus Universitário da Região dos Vinhedos (Carvi): Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Ciências Contábeis, Comércio Internacional, Design, Direito, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Pedagogia e Psicologia.

As inscrições, a relação dos cursos ofertados neste Vestibular de Inverno e outras informações sobre o processo seletivo podem ser acessadas pelo site www.ucs.br.

Avaliação on-line até o dia 20 de junho

A edição da Avaliação On-line deste semestre – que integra a rotina acadêmica da UCS desde 2002 – está disponível para professores, alunos e funcionários até o dia 20 de junho. Neste semestre serão avaliadas:

– Todas as Disciplinas/Turmas quanto às Condições de Ensino e de Aprendizagem (autoavaliação dos alunos, avaliação dos professores pelos alunos, autoavaliação dos professores e avaliação das turmas pelos professores); 
– Infraestrutura e Serviços (instalações gerais, laboratórios, bibliotecas etc.);
– Disciplinas Semipresenciais e a Distância;
– Cursos em EAD (avaliação do curso, infraestrutura, disciplinas e autoavaliação).

Além dessas avaliações, estão disponíveis formulários específicos para os alunos concluintes (alunos que já protocolaram pedido de colação de grau) que poderão contribuir com comentários sobre sua experiência com o curso e sua inserção no mercado de trabalho. O processo avaliativo é voluntário e sigiloso.

A avaliação on-line tem se consolidado como um importante canal de comunicação utilizado por toda a comunidade acadêmica. Os resultados das avaliações e comentários incluídos nos formulários são subsídio fundamental para o planejamento Institucional: professores, alunos e funcionários, ao participarem do processo de avaliação, estarão contribuindo para melhorar cada vez mais os cursos e serviços oferecidos na Universidade. Como incentivo, os alunos participantes concorrem a bônus de 50% e 25% do valor das mensalidades. 

Carvi oferece curso para implementar ferramenta de qualidade FMEA em empresas

Estão abertas as inscrições para o curso “Análise de Modos e Efeitos Potenciais de Falhas – FMEA” destinado a estudantes de Engenharia, profissionais técnicos, analistas, engenheiros e gerentes envolvidos no projeto e desenvolvimento de produto, no monitoramento, controle e melhoria de produtos e processos industriais.

A FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) é uma ferramenta que busca a prevenção de falhas dos produtos e processos de fabricação, através da avaliação e redução dos riscos associados ao funcionamento do produto. De acordo com o ministrante, professor Alexandre Pedott, doutor em Engenharia de Produção, “o uso da FMEA reduz o risco de falhas e aumenta a confiabilidade dos produtos. No processo de fabricação, a FMEA permite estabelecer controles eficientes para eliminar ou reduzir os modos de falha, tais como o uso de dispositivos a prova de falhas (Poka Yoke) e o Controle Estatístico de Processo (CEP)”.

Professor Alexandre Homsi Pedott, ministrante do curso no Carvi

O curso será realizado no Carvi entre os dias 25 e 28 de julho, das 8h às 12h. As inscrições podem ser feitas pelo site da UCS, no link Extensão. Mais informações pelo e-mail [email protected]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.