Competição de Foguetes se consolida como evento regional

Preparar, pressurizar, lançar! A sequência foi repetida 134 vezes durante a 3º edição da Competição Regional de Foguetes, realizada no último sábado, dia 10, no Campus Universitário da Região dos Vinhedos (Carvi), em Bento Gonçalves. O evento contou com a participação de 37 equipes e cerca de 150 pessoas – cada equipe era composta de três estudantes e um professor(a) orientador.

Com 181,5 metros de distância alcançada, o minifoguete projetado pela Saturno V, da Escola Estadual de Ensino Médio Maranhão, de São Marcos, deu à equipe o título de campeã do evento. Ela superou com folga a marca de 154 metros obtida pelo protótipo da Equipe CorSair. Fechando o pódio, a equipe LanZando atingiu a marca de 152,7, ambas as equipes fazem parte do Colégio Santa Rosa, de Carlos Barbosa.

Para a professora Tânia Morelatto, coordenadora da Competição de Foguetes, o evento tem ampliado sua atuação e obteve expressividade regional. Ela destaca que as equipes vieram de dez cidades: Antônio Prado, Barão, Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Carlos Barbosa, Fagundes Varela, Farroupilha, Garibaldi, São Marcos e Vista Alegre do Prata. “A cada ano a competição alcança uma dimensão maior. Esta edição nos deu um ‘bom problema’. 

Inicialmente, no edital, havíamos estipulado 30 vagas e elas foram preenchidas num período muito curto de tempo. Então, a comissão organizadora decidiu ampliar o número de vagas, visto que já tínhamos uma lista de espera”, explica.

Para a próxima competição, a organização está pensando em estratégias para melhorar o desenrolar da atividade. “Não está descartada uma divisão em categorias”, adianta a coordenadora. Na avaliação dela, os participantes alcançaram um bom nível na construção de seus foguetes, prova disso está na pressão dimensionada pelos competidores para o lançamento dos projéteis, maior a cada ano.

A Competição de Foguetes é realizada, anualmente, em Bento Gonçalves e Caxias do Sul. No Carvi, é promovida pelo Projeto GINCARVI Júnior e tem como público-alvo estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. O objetivo da competição é despertar nos participantes o interesse pela pesquisa e ciência, revelando novos talentos através da ludicidade.
 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.