CPERS e Sindiserp emitem nota de repúdio sobre declarações acerca da municipalização da escola Bento

Sindicatos defendem qualidade da instituição sob o âmbito estadual e criticam falas de parlamentares e da UESB sobre o tema

Foto: Divulgação

Na última semana o SERRANOSSA publicou uma nota oficial da União dos Estudantes Secundaristas de Bento Gonçalves (UESB) defendendo a municipalização da escola General Bento Gonçalves da Silva. O tema tem tomado a comunidade escolar e o Legislativo de Bento Gonçalves nas últimas semanas, com debates e troca de farpas. Assim como a UESB, alguns parlamentares têm se mostrado favoráveis à municipalização, ou têm criticado o posicionamento da direção da escola Bento.

Diante desse cenário, o 12º Núcleo do CPERS Sindicato e o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bento (SINDISERP) emitiram uma nota de repúdio na segunda-feira, 30/05. Segundo eles, as declarações que vêm sendo feitas acerca da incapacidade do Estado em manter a instituição “não se fundamentam com a verdade”.

“A UESB afirma, genericamente, e sem argumentos sólidos, em matéria jornalística veiculada na página “Serranossa”, na data de 26/05/2022, “que a assunção da responsabilidade da Escola Estadual Bento Gonçalves pelo Município de Bento Gonçalves, seria importante para a qualificação do ensino”, diz a nota. “Para informação da Comunidade Escolar e a quem interessar, a escola conta com recursos atualizados, assim como profissionais com ampla formação, reafirmando a qualificação do ensino”, complementam os sindicatos.

Ainda na segunda, o SERRANOSSA publicou uma matéria falando sobre as manifestações de diretores, não somente da escola Bento, criticando as falas de vereadores na Câmara. Na penúltima sessão do Legislativo, o vereador Edson Biasi (PP) utilizou o termo ‘pelegada de esquerda’, já usado pelo vereador Anderson Zanella (PP), para criticar as direções das escolas estaduais como um todo. “O Estado não quer mais saber de educação, largou tudo. E o pior de tudo é que as escolas do Estado estão todas direcionadas, direcionadas com aquela ‘pelegada de esquerda’”, disse. Na sessão desta segunda, 30/05, ele se desculpou. “Quero pedir desculpas na tribuna, sobre minha fala da sessão passada, se eu generalizei. Se eu errei, só erra quem faz, então quero pedir desculpas. Mas minha fala era para uma determinada instituição”, comentou.

“Aos vereadores que difamam o trabalho do magistério, posicionamentos e pautas relevantes para a garantia de uma educação pública, gratuita e de qualidade, pedimos respeito, pois acreditamos que a base de uma sociedade se dá pela democracia e o respeito pelo próximo”, comentam os sindicatos.

Confira a nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO

O 12º NÚCLEO DO CPERS SINDICATO e o SINDISERP – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bento Gonçalves, vem manifestar o seu repúdio em decorrência das declarações da UESB (UNIÃO DOS ESTUDANTES SECUNDARISTAS DE BENTO GONÇALVES) e de alguns parlamentares sobre a municipalização da E.E.E.F General Bento Gonçalves da Silva.

Ocorre que tais declarações não se fundamentam  com a verdade, mostrando apenas amplo desconhecimento a respeito do tema.

 A UESB afirma, genericamente, e sem argumentos sólidos, em matéria jornalística veiculada na página “Serranossa”, na data de 26/05/2022, “que a assunção da responsabilidade da Escola Estadual Bento Gonçalves pelo Município de Bento Gonçalves, seria importante para a qualificação do ensino”.

Para informação da Comunidade Escolar e a quem interessar, a escola conta com recursos atualizados, assim como profissionais com ampla formação, reafirmando a qualificação do ensino.

Aos vereadores que difamam o trabalho do magistério, posicionamentos e pautas relevantes para a garantia de uma educação pública, gratuita e de qualidade, pedimos respeito, pois acreditamos que a base de uma sociedade se dá pela democracia e o respeito pelo próximo.

Estamos atentos a expressões e atitudes desta natureza e não toleraremos em nenhuma hipótese tais práticas e afirmações que carecem de embasamento fático.

Bento Gonçalves, 30 de maio de 2022.

12º NÚCLEO – CPERS SINDICATO e SINDISERP-BG

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.