Crianças de Pinto Bandeira pedem paz na Câmara

Na Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Bento dessa segunda, dia 21, duas crianças surpreenderam ao entregar rosas brancas aos vereadores, quando o presidente Valdecir Rubbo iniciava o protocolo. Os pequenos moradores de Pinto Bandeira, de seis anos de idade, vestiam camisetas escrito “paz” e foram levados à Câmara pelos pais, em meio à polêmica que envolve a emancipação do distrito. Diversos moradores de Pinto Bandeira assistiram à sessão com faixas de parabenização aos vereadores.

Na sessão da última semana, os vereadores aprovaram por maioria de votos o requerimento 117/2011, solicitando a não observância dos termos dispostos no requerimento 077/2011, que autorizava a Mesa Diretora a ingressar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN), no Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, invocando a Inconstitucionalidade da Lei Estadual Nº 11.375/1999, que trata da Recriação do Município de Pinto Bandeira.

Já na sessão de segunda-feira, 21, dois requerimentos protocolados pelos vereadores Adelino Cainelli (PP) e Neri Mazzochin (Dem), foram votados. Um dos requerimentos (119/2011) pedia para a Mesa Diretora conceder uma procuração com a finalidade de propor uma ADIN da Lei Estadual Nº 11.375/1999.

Os requerimentos 119 e 120/2011, foram rejeitados por maioria de votos, com votos contrários dos vereadores Adelino Cainelli, Neri Mazzochin e Vanderlei Santos (PP). “Quero dizer que nenhum vereador tem nada contra o povo de Pinto Bandeira. Na verdade o que os vereadores estão fazendo é defender o território de Bento Gonçalves”, disse Mazzochin.

A cobertura completa da mobilização sobre a emancipação do distrito você confere na edição do SERRANOSSA que circula na sexta-feira, dia 25 de novembro. As informações são do Gabinete de Imprensa da Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves

 

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.