Daer lança sistema de Gestão de Transporte Coletivo

Proprietários de ônibus e vans passam a encaminhar os documentos necessários à circulação de forma on-line

Sistema projetado pelo Daer está integrado aos bancos de dados do Detran, secretaria da Fazenda e da segurança Pública. Foto: Divulgação/Daer

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), vinculado à secretaria de Logística e Transportes lançou, neste mês de março, o sistema de Gestão de Transporte Coletivo (GTC) voltado às empresas de fretamento e turismo e transporte intermunicipal de passageiros. A plataforma idealizada pela Diretoria de Transportes Rodoviários (DTR) possibilita o encaminhamento on-line dos documentos necessários à circulação de ônibus e vans nas rodovias gaúchas.

Disponibilizada desde o dia 21 de março, a GTC pode ser acessada neste link: https://gtc.rs.gov.br/pagina-inicial. A expectativa é de que mais de três mil usuários com cadastros ativos no Daer utilizem o endereço eletrônico para providenciar as licenças, realizar cadastramentos e até gerir a sua frota.

“Ao tornarmos os processos 100% digitais, agilizamos o atendimento das solicitações e aumentamos a eficiência da equipe, que pode ser realocada para ações de fiscalização de veículos nas estradas, proporcionando mais segurança à população”, avalia o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino. “É uma iniciativa pioneira da DTR que impacta positivamente na eficiência desse serviço executado pela autarquia”, complementa.

Desenvolvido pela Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (PROCERGS), o sistema é integrado aos bancos de dados da Secretaria da Fazenda do Estado, da Segurança Pública e do Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran RS). “É uma ferramenta única que reúne todas as informações necessárias a respeito das empresas e veículos, e, em breve, será interligada às seguradoras e organismos de inspeção a fim de acessarmos a validade e vigência das apólices e recebermos os dados dos Laudos de Inspeção Técnica Veicular (LITs)”, explica o diretor da DTR, Lauro Hagemann.

Segundo o dirigente, a GTC foi projetada a partir dos processos e atividades realizados pela diretoria com o objetivo de desburocratizá-los. “A autonomia que as empresas vão conquistar repercutirá em uma maior viabilidade de operação. Uma viagem que precise ser efetuada no final de semana, e não estava programada, poderá acontecer a partir de agora dentro da legalidade”, destaca Hagemann.

Saiba mais como funciona o sistema de Gestão de Transporte Coletivo (GTC) aqui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.