“Depois das orações no hospital, leitos milagrosamente foram desocupados”

Frase do vereador Ari Pelicioli foi dita durante justificativa para aprovação da Moção de Aplausos a Pastores e Ministros Evangélicos de Bento Gonçalves pelas orações e serviços sociais prestados durante a Pandemia da Covid-19, aprovada nesta quarta-feira, 13/10, na Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves

Não é difícil encontrar um relato de alguém que tenha buscado na fé um dos pilares para o enfrentamento das dificuldades trazidas pela pandemia do coronavírus. Com tantas dúvidas em relação ao tratamento, atraso na compra de vacinas e ainda a chegada de novas variantes, muitas pessoas encontraram nas orações o apoio para superar a enfermidade. Em Bento, ações com rodas de preces em frente ao Hospital Tacchini e UPA, no auge das lotações hospitalares, foram realizadas por fiéis e a comunidade.

Nesta quarta-feira, 13/10, foi aprovada na Câmara de Vereadores uma Moção de Aplausos a Pastores e Ministros Evangélicos de Bento Gonçalves pelas orações e serviços sociais prestados durante a Pandemia da Covid-19. Em sua justificativa, o autor da proposição, o vereador Ari Pelicioli (CIDADANIA), destacou que a homenagem se estende a todos os grupos evangélicos. “Sabemos do trabalho de vocês, homens de Deus”, pontuou.

reprodução Youtube

Ari Pelicioli usou um argumento que teria sido dito pelo prefeito Diogo Siqueira, durante a Marcha para Jesus, ocorrida no último dia 25. Segundo o vereador, em uma determinada data, todos os leitos de Bento estavam ocupados e ninguém sabia o que fazer no dia seguinte. “Após a corrente de orações em frente à UPA e Tacchini, milagrosamente vários leitos foram desocupados”, disse o vereador na tribuna.

Uma das ações dos grupos evangélicos foi realizada no dia 13 de março de 2021, quando 72 pessoas estavam internadas por conta da Covid-19. Nos dias seguintes, o número foi reduzindo e caiu para 54, uma semana depois. No mesmo período, no entanto, de 13/03 a 19/03, o município registrou nove mortes de pacientes com Covid-19. Em março, a média de internações em Bento foi de 61, enquanto em abril o número caiu para 40. Até o momento, o mês de março foi o que registrou o maior número de vítimas desde o início da pandemia, com 51 mortes. Os dados são do boletim epidemiológico divulgado diariamente pela prefeitura.

O vereador Davi da Rolt (PP) aproveitou a presença de ministros e pastores para pedir orações aos políticos. “Peço que orem por nós, autoridades do município, e nos deem sabedoria para tomarmos as melhores decisões”, disse Davi, que também solicitou união entre todas as comunidades de fé. O vereador José Gava (PDT) elogiou o trabalho dos pastores na comunidade e cobrou mais atenção da municipalidade. “Vocês merecem mais atenção, porque salvam muitas vidas”, cobrou.

A proposta, subscrita por todos os vereadores, foi aprovada por unanimidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.