Dia dos Pais: as mudanças que a paternidade traz e a luta pela vida do filho

Nessa data especial, o SERRANOSSA traz o caso de um pai que faz de tudo para reunir doadores de sangue com a finalidade de salvar a vida do filho

Foto: Acervo pessoal

Neste domingo, 14/08, é o Dia dos Pais. Para o comércio, essa é uma data perfeita para aquecer a economia, visto que milhões de brasileiros saem em busca do presente perfeito. Porém, a data vai muito além da melhor camisa, do melhor tênis ou do melhor relógio que poderiam ser comprados. Ela é uma forma de homenagear essas figuras que são essenciais na vida de todos.

Um pai é aquela pessoa que faria qualquer coisa pelos filhos e que encontra forças em lugares inimagináveis para enfrentar os desafios do dia a dia deles. No reino animal, entre os exemplos que melhor representam o sentimento de proteção da paternidade estão os cavalos-marinhos machos, que fecundam os ovos e os guardam em uma bolsa incubadora. Ou seja, os filhotes ficam sob os cuidados totais do pai, que os protege e fornece alimentos.


Quem também tira forças de cada desafio e que viu a vida mudar d’água para o vinho foi o Arlei Santtos, pai dos gêmeos Nicolas e Miguel. Para ele, a vida se tornou outra quando descobriu que seria pai. “Eu estava em um momento da minha vida que estava meio perdido e, graças a Deus, tive a notícia que a mulher estava grávida dos dois e ‘bah’, fiquei muito feliz, chorava de alegria”, relata.

Segundo ele, a chegada dos meninos também o ajudou a colocar a mão a consciência, rever atos e escolhas, e optar por uma vida melhor. “Com o nascimento deles, eu aprendi a ter mais responsabilidade, mudar muitas coisas. Precisei mudar a vida, pois tinha dois ‘serzinhos’ que iam se espelhar em mim. Não troco a vida que tenho hoje, com eles, por nenhum dinheiro no mundo”, pontua.

O papel de pai do Arlei, além de ser em dobro, precisa ser ainda mais forte, é que um dos filhos, o Nicolas, de 3 anos, sofre de aplasia medular. O menino está internado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre desde março de 2022 e constantemente necessita de doações de sangue. O SERRANOSSA trouxe o caso do Nicolas em junho.

Com fé e apoio da família e amigos, Arlei e a esposa, Luana, buscam doadores de sangue constantemente para repor os estoques do hospital e para ajudar o filho. A condição do pequeno incentivou o pai a se tornar um doador de sangue e propagador dessa atitude que salva vidas.

Para Arlei, acreditar em Deus lhe dá forças para continuar na luta. “Os médicos acabaram falando que meu filho tinha pouco tempo de vida e graças a Deus meu filho ainda está lá batalhando e vamos vencer sim. E o que eu puder correr, eu vou correr por ele. Só não faço o impossível, por que só quem pode fazer isso é Deus, mas o que estiver ao meu alcance eu vou fazer e o que estiver acima de mim, eu vou correr mais ainda”, afirma.


No último domingo, 07/08, Nicolas precisou passar por mais uma cirurgia e segue internado. Segundo Arlei, o menino passa bem, mas seu caso exige muitos e contínuos cuidados. Visando conseguir doadores de sangue para o pequeno Nicolas, a família tem organizado transportes para levar doadores a Porto Alegre. A última ida foi realizada no dia 06/08, mas mais viagens estão sendo organizadas. “Quem se sentir tocado no coração e quiser ir doar, pode entrar em contato comigo ou com a minha esposa”, conclui. Os interessados podem entrar em contato pelos telefones (54) 99145 4200 ou (54) 99219 8166.