Dietas da moda: mitos e verdades

É bastante provável que você já tenha ouvido falar em dietas que prometem perda de peso em pouco tempo. As dietas da moda geralmente são divulgadas junto a uma imagem de um corpo magro e definido, imposto pela sociedade como um corpo de sucesso e felicidade. A divulgação desperta o desejo de inúmeras pessoas em reduzir o ponteiro da balança, que muitas vezes se submetem à privação de algum alimento ou grupo de alimento, com o objetivo de emagrecimento. Talvez alguém que você conheça, ou até mesmo você, já tenha realizado alguma destas dietas. Mas será que realmente funcionam? O que de fato é mito ou verdade em torno das dietas da moda?

Um fato é certo: as dietas da moda existem há muitos anos. Dieta da sopa, dieta dos pontos, dieta do tipo sanguíneo, dieta da lua, entre outras. Ao longo do tempo, elas são constantemente reinventadas ou relembradas a fim de solucionar um problema comum que atinge a população, como a obesidade. E convenhamos, se elas realmente fossem efetivas no que se propõem, o problema da obesidade estaria resolvido. Mas por que isso não acontece?

As dietas divulgadas na mídia geralmente têm uma quantidade reduzida de calorias, o que se caracteriza por uma restrição energética. Se você tem o hábito de consumir um determinado alimento e passa a realizar uma dieta que o restrinja, é provável que você reduza a quantidade que você consome usualmente. Essa redução pode, sim, levar ao emagrecimento. Mas ele é duradouro? Se o hábito anterior for retomado, a resposta é não. As dietas que prometem perda de peso em poucas semanas são caraterizadas por uma restrição alimentar difícil de ser seguida por mais do que este período: poucas semanas. Ou seja, é comum haver um novo ganho de peso quando a dieta acaba.

Dietas que promovem restrição de calorias vão promover redução de peso: verdade. Porém, muitas vezes esta perda de peso rápida é caracterizada por redução de gordura corporal, mas também de músculo. E quando há o reganho de peso, é comum que se ganhe gordura. Ou seja, o depois da dieta pode ser pior do que antes em termos de composição corporal. Ao longo do tempo, o metabolismo também pode ir se tornando mais lento, e há maior dificuldade de se perder peso. Infelizmente, este é um acontecimento comum na vida de muitas pessoas: efeito sanfona diante de inúmeras dietas da moda já praticadas. Então, a perda de peso em longo prazo a partir das dietas da moda infelizmente é um mito.

O que funciona para reduzir o peso de vez, então? O que se faz todos os dias, por toda sua vida, ou seja, o seu hábito alimentar. Nesse contexto, é verdade que aderir a bons hábitos, possíveis de serem mantidos em longo prazo, vão resultar em um peso mais saudável. Vale destacar que a alimentação é mais do que os nutrientes que consumidos, é um ato social, que envolve a maneira como nos alimentamos.

A adesão a dietas da moda usualmente está relacionada a sentimentos de tristeza, fome, sofrimento e privação. No entanto, o significado adequado da palavra dieta é bem distinto. Dieta é derivada do grego “diaita”, que significa mudança de estilo de vida. Assim, a busca por um nutricionista é fundamental para que se adote bons hábitos de nutrição, associados a um comportamento alimentar funcional. Que os alimentos possam auxiliar na sua saúde e não que dominem sua vida divididos entre “bons” e “ruins”. Que comer faça parte da sua vida de uma forma positiva e não que cada refeição seja um sofrimento. Uma alimentação saudável deve ser inserida no contexto de saúde, que é definida por bem-estar físico, mental e social.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.