Diretora escolar: uma profissão dedicada integralmente à educação

Nesta sexta-feira, 12/11, Dia do Diretor é celebrado nacionalmente

Foto: Divulgação/Prefeitura

A educação transforma vidas, promove o conhecimento, o acesso à cultura, além de ser estruturante para a vida da pessoa. Ela se faz por diversos profissionais que atuam em rede dentro de uma escola tendo como a figura principal o diretor. Ela é o elo que promove a qualidade do ensino e o bem-estar dos alunos, famílias e docentes de sua instituição.

A data 12 de novembro marca a comemoração nacional do Diretor Escolar. A rede municipal de ensino de Bento Gonçalves possui 44 diretores e 48 vice-diretores que têm uma ligação forte com a comunidade e seus alunos. A diretora da EMI Mamãe Coruja, Eridiane de Souza, recorda o dia em que foi convidada para assumir o educandário. “Em 2018, quando a Secretaria Iraci Vasques me fez o convite de assumir uma direção de escola, me senti honrada, mas ao mesmo tempo foi um desafio, pois saberia do enorme compromisso que estaria assumindo. Ser diretor é cativar, planejar, elaborar metas, além de incentivar e motivar seu grupo de trabalho e estar unido a sua comunidade escolar”, ressalta.

O cargo de diretor é uma construção, um caminho de dedicação integral a educação, como o diretor da EMEM Alfredo Aveline, Márcio Pilotti, relata “é vestir a camiseta, não ter hora, local e dia da semana, é viver a escola 24h. Gosto muito de ser gestor. Fui diretor do Escola Estadual Bom Retiro durante 11 anos e agora estou na direção do Aveline desde 2019. Ano que vem completo 30 anos de profissão. Foram muitos os momentos felizes. Quando se faz o que se gosta, todos os momentos são marcantes”.

A diretora da EMEF Liette Tesser Pozza, Ivanete Dal’Osto, coloca que ser diretora é ter empatia e acolhimento. “Penso na escola como um TODO: professores, alunos, colaboradores, comunidade escolar e, acima de tudo, penso na escola com o coração. Procuro, em todas ações, me colocar no lugar do outro, estar mais próximo do outro”.

Eridiane relata uma situação de como a educação se coloca a base de alcançar o outro: “gostaria de trazer um pequeno relato com muito carinho de um aluno autista no ano de 2016, na EMI Doce Infância, em que o amor e afeto foram a base e o maior instrumento de aprendizagem. Acredito que, a educação não é somente ensino, educação engloba empatia, acolhimento, valorização, respeito e afeto, inclusive para quem trabalha na educação infantil”.

Educação como vocação

E essa jornada diária começou com um chamado para a Educação, de acreditar nas possibilidades transformadoras da área, de proporcionar abrir horizontes, desenvolver o espírito crítico e formar cidadãos.

Ivanete tem a educação como causa de vida: “sempre me dediquei à área da Educação por acreditar que é possível contribuir para a construção de uma sociedade alicerçada em valores; acreditar que é possível contribuir para o desenvolvimento de cidadãos conscientes de seu papel. Poder fazer parte da vida das pessoas, ver o seu sucesso, a sua felicidade é o que me impulsiona diariamente”, ressalta Ivanete.

Simome Morbini, diretora da EMI Arco-irís, nos fala que a educação foi motivada pelas professoras de sua infância. “O que me motivou a escolher essa profissão, foram as minhas professoras na infância assim como a escola, que por si só foi muito importante na minha vida, só tenho lembranças felizes de minha trajetória escolar. Depois disso, em meu primeiro trabalho, em escola, minhas colegas me incentivaram e, através de seus exemplos de amor e dedicação fizeram com que eu me apaixonasse pela Educação”.

Eridiane nos diz que a educação já está no sangue: “desde criança já sabia que essa seria minha profissão, pois tenho bons exemplos de professores e diretores em minha família. Hoje posso relatar com satisfação que estou na profissão certa e compartilho algumas das minhas vivências com colegas, familiares e amigos e isso me enche de orgulho e é o que brilha os olhos”.

E são muitos os frutos, os reconhecimentos de vários alunos e alunas que os diretores marcaram suas vidas, até mesmo porque diretor também já foi professor. Márcio Pilotti expressa sua emoção ao se lembrar de ter acompanhado o crescimento de seus estudantes: “tenha a grata satisfação de ter tido alunos maravilhosos, que hoje estão em diversas profissões, principalmente médicos, dentistas, enfermeiras, arquitetos, advogados e muitas outras profissões que engrandece a cada professor que tem orgulho de dizer que foram seus alunos”.

Como também o primeiro contato, o início da vida escolar, de receber aquela criança nos seus primeiros anos, como evidencia Simone: “foram muitos momentos marcantes, mas não há nada mais rico do que receber um bebê na escola, e este lhe estender os bracinhos com um sorriso no rosto. Também é muito gratificante quando eles dizem “Dire eu te Amo”.

“Que hoje e todos os dias de cada ano sejam especiais para você Gestor. Que sua dedicação e empenho continuem inspirando alunos e professores. Parabéns pelo trabalho, gratidão pela parceria e comprometimento e muito sucesso! Feliz dia do diretor!”, desejam a secretária de Educação Adriane Zorzi e a secretária adjunta Adriana Razia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.