Duas pessoas morrem após forte chuva em Angra dos Reis

Prefeitura contabiliza cerca de 300 desabrigados

Foto: Prefeitura de Angra dos Reis/Divulgação

As fortes chuvas que atingiram Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, entre a noite de sexta-feira, 08/12, e a madrugada deste sábado, 09/12, causaram a morte de um casal de idosos que estava em um abrigo privado.

O município registrou índice pluviométrico de 250 milímetros, além de inundações causadas pela maré cheia. Em alguns pontos, a água atingiu a marca de três metros de altura, de acordo com a prefeitura.


“Segundo informações preliminares, a água subiu rapidamente no asilo, e o casal de idosos não conseguiu ir para o segundo andar do imóvel. A causa provável das mortes foi afogamento”, informou a administração municipal.

Uma perícia foi realizada no local. Mais 25 idosos do asilo foram levados para a Escola Municipal José Luiz Ribeiro Reseck, no bairro do Frade.

Até a última atualização, no fim da manhã deste sábado, o total de pessoas desabrigadas chegava a 297, todas elas acomodadas no abrigo do Frade. Equipes da prefeitura estão nas ruas com todo o suporte de maquinário e trabalhadores para limpeza e desobstrução das vias, além de prestar apoio à população.

Um esquema de recebimento de doações para as famílias desabrigadas foi montado pela prefeitura. Os insumos de primeira necessidade são água, itens de higiene pessoal, material de limpeza, roupas, lençóis e alimentos não perecíveis, além de ração para pets.