Em dez meses de atuação na BR-470, PRF autuou 180 condutores por embriaguez

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou um balanço dos dez meses de atuação, desde a federalização da BR-470. O trecho de responsabilidade das unidades compreende de Montenegro até o município de Barracão, sendo assumidos os postos em Bento Gonçalves e Veranópolis. Desde então, a PRF tem realizado esforços para reduzir os acidentes e preservar a vida. 

Neste período foram realizados 2,5 mil testes de etilômetros, sendo flagrados e multados 180 condutores por dirigirem embriagados. Mais de 10,8 mil pessoas e veículos foram fiscalizados. Ainda foram emitidos mais de 15 mil autos de infração, destes, 760 por ultrapassagem em local proibido, 182 autuações em veículos de carga e produtos perigosos e mais de 10 mil multas por excesso de velocidade. O radar estático esteve em funcionamento por mais de 150 dias.

Ao todo foram 350 veículos recolhidos por motivos diversos. Flagrados mais de 200 toneladas de excesso de peso em caminhões, mais de 100 toneladas de alimentos foram apreendidas por estarem misturadas com produtos perigosos e quatro mil litros de combustível foram apreendidos.

As abordagens ainda resultaram em 17 pessoas presas com mandado de prisão em aberto, 16 por tráfico de entorpecentes, 36 por embriaguez e 134 por diversos crimes. Foram apreendidos também 40kg de cocaína, 1.100kg de maconha e 13 mil carteiras de cigarro contrabandeados, além de mais de R$ 300 mil aprendidos em mercadorias sem procedência. Os agentes ainda recolheram 12 armas e 29 munições. As fiscalizações inclusive resultaram na recuperação de mais de 30 veículos em situação de furto ou roubo e na apreensão de mais de R$ 66 mil, sem procedência. 

Durante blitz de conscientização no trânsito, mais de quatro mil pessoas foram abordadas e receberam instruções. 

Acidentes

Nos últimos dez meses, foram registrados 334 acidentes de trânsito, sendo 177 sem vítimas, 157 com feridos, que resultaram no montante de 242 pessoas com lesões, e quatro vítimas fatais, sendo que duas morreram na hora e outras duas vítimas, faleceram após permanecerem alguns dias internadas em hospitais da região.

A PRF informa que irá continuar a realizar seu trabalho com rigor contando com a conscientização e a participação de toda a sociedade.

 

Informações: PRF e Foto: Katiane Cardoso/Arquivo SERRANOSSA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.