Em discurso, Movergs cobra apoio governamental

Em seu pronunciamento oficial, o presidente da Movergs, Ivo Cansan, reconheceu o esforço da diretoria da Fimma Brasil 2011 em fazer uma edição histórica em honra aos 20 anos do evento. “A Fimma 2011 já é um sucesso e certamente ficará na história pelos bons resultados alcançados”, elogia. Cansan citou ainda a presença de deputados como Kalil Sehbe, Adão Vilaverde, Pepe Vargas e Marisa Formolo, que vêm trabalhando em defesa do setor moveleiro em âmbito estadual e federal.

Conforme Cansan, quando se pensa no nome Fimma Brasil vem à mente a grandiosidade do setor moveleiro de Bento Gonçalves, do Rio Grande do Sul e do Brasil. “Tenho certeza que essa força e competitividade global só são possíveis por termos criados a Fimma”, destaca. O presidente da Movergs ainda frisou como objetivos da feira trazer inovações e soluções para todos os empresários, sejam eles grandes, médios, pequenos ou micronegócios. “Permanecemos comprometidos em satisfazer as necessidades da cadeia de madeira e móveis. Esse compromisso continua tão vivo quanto há 20 anos”, reforça.

Em contraponto, Ivo Cansan cobrou apoio dos governos estadual e federal no sentido de promover investimentos e agilizar a resolução de questões importantes como a restituição de créditos de ICMS para as empresas gaúchas. “Temos problemas no transporte, para o escoamento da produção; logística, para recebimento de matérias-primas e insumos; além de altos encargos. A concorrência com mercados de outros países é grande. Por isso, hoje investir no mercado interno é o grande caminho para a indústria moveleira”, detalha.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.