Em nota à imprensa, entidades reafirmam que atendimentos pelo IPE Saúde não serão suspensos

Em reunião entre Fehosul e Federação das Santas Casas RS com o governo do Estado na manhã desta sexta, 03/06, foi acordada a criação de grupo de trabalho para solucionar impasses com o plano do Estado

Uma reunião entre governo do Estado e entidades representativas dos hospitais gaúchos (Fehosul e Federação das Santas Casas RS) foi realizada na manhã desta sexta-feira, 03/06. O assunto era a possibilidade de interrupção dos atendimentos eletivos caso o IPE Saúde não revogasse as novas tabelas de remunerações anunciadas na última semana. Isso porque os novos valores representariam queda na receita dos hospitais gaúchos.

Após o encontro, conforme nota oficial da Fehosul, foi decidido manter os atendimentos eletivos até que os impasses com as diárias, taxas de logística e outros itens, sejam solucionados. O novo prazo para busca de soluções será de até 30 dias.

Neste período, será criado um grupo de trabalho para elaboração de um plano, com o intuito de quitar as dívidas que o IPE possui com os prestadores. “Adicionalmente, o governador destacou que o IPE Saúde será tratado como pauta prioritária para o Governo. Estudos técnicos com caráter resolutivo serão elaborados entre o governo do Estado e as instituições de saúde”, ressaltou a Fehosul.

Na próxima semana iniciam as novas negociações, agora sob a liderança direta do chefe da Casa Civil, Arthur Lemos.

Participaram da reunião representantes das secretarias da Casa Civil e Planejamento, Ministério Público, IPE Saúde e o deputado federal Pedro Westphalen.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.