Empresas turísticas de Bento movimentam mais de R$ 1,3 bilhão em 2021

Prefeitura apresentou o Censo Turístico 2021 na manhã desta quinta-feira, 19/05, projeto inédito que visa traçar um panorama anual do setor no município. Neste primeiro Censo, 204 empresas foram mapeadas

Foto: Raquel Konrad

A prefeitura de Bento Gonçalves, por meio da secretaria municipal de Turismo, apresentou o Censo Turístico 2021 na manhã desta quinta-feira, 19/05. O projeto inédito visa a traçar um panorama anual do setor no município, a fim de auxiliar nas ações futuras do Poder Público e do empresariado. “A gente não tem como definir o futuro se não soubermos o que estamos vivendo hoje, por isso iniciamos esse trabalho de mapeamento das empresas”, comentou o secretário Rodrigo Ferri Parisotto.

Neste primeiro Censo foram mapeadas 204 empresas, todas vinculadas ao Alvará Turístico e cadastradas no Empreendedor Virtual.  Juntas, elas movimentaram mais de R$ 1,3 bilhão em 2021. Foram 1,4 milhão de turistas que passaram pelo município no ano passado.

Entre os empreendimentos mapeados, estão seis agências de viagem; cinco associações turísticas; 19 atrativos turísticos; quatro cervejarias; 77 empresas da gastronomia; 46 da hospedagem; quatro parques temáticos; 38 vinícolas e cinco transportes turísticos. “Em junho iniciaremos um trabalho de ‘formiga’ para termos um número ainda maior de empresas cadastradas no Alvará Turístico, que não tem custo para os empresários. Muitos empreendimentos nunca tiveram contato com a prefeitura, com associações nem com o SEGH [Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria]”, explicou o secretário.

Apresentação do Censo Turístico 2021 foi realizada na manhã desta quinta-feira, 19/05, no Hotel Vinocap. Foto: Eduarda Bucco

Durante o período avaliado, de junho a dezembro de 2021, 2.363 empregos foram gerados nas empresas mapeadas – 43% proveniente do setor de gastronomia. No total, os empreendimentos têm a capacidade de atender 19.559 pessoas, sendo que 111 das empresas, além de suas atividades normais, também abrem seus espaços para a organização de eventos. “Os empreendedores começaram a entender que podem receber não apenas o turista e o morador, como também eventos de pequeno, médio e grande porte. Hoje temos até cervejarias recebendo eventos”, comentou.

O Censo ainda conta com um detalhamento dos dados por rota turística, sendo o Vale dos Vinhedos um dos locais com maior quantidade de empresas – 54, representando 27%. Na geração de empregos, a rota também está na frente – foram 746 vagas geradas no período, um percentual de 32. Já a Via Gastronômica é a rota que mais oferece leitos para hospedagem – 1.054.

Entre as principais considerações ressaltadas pelo Poder Público em relação ao Censo esteve a vida noturna turística de Bento, que tem sua maior concentração na área urbana, na Via Gastronômica; a grande capacidade de atendimento também na área urbana, que chega a 7.069 lugares; o fato de a maioria (54%) dos estabelecimentos já estarem recebendo eventos; da maioria (51%) dos empregos gerados serem nas rotas do interior; da grande quantidade de leitos de hospedagem (72%) se concentrarem na área urbana; da falta de meio de hospedagens na Rota Cantinas Históricas; e da falta de opções noturnas de restaurantes nas rotas turísticas.

“Tendo dados assim, vamos ter ferramentas para instruir os empresários sobre qual é o melhor lugar para ele abrir seu estabelecimento. Poderemos sugerir possibilidades para eles terem mais êxito em seu negócio”, afirma Parisotto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.