Entenda a importância de se vacinar contra a gripe anualmente

Mais um ano, mais um outono e chega aquele momento: atualizar a vacina contra a Gripe! Mas, afinal, você sabe por que é necessário se vacinar anualmente contra a mesma doença? Constantemente o vírus da influenza sofre mutações, o que significa que novas cepas surgem, anulando a eficácia da vacina anteriormente tomada, por isso é importante essa dose de reforço, visto que ela possui uma composição diferente capaz de lidar com a nova variante.
Em Bento Gonçalves, quem oferece o imunizante é a Vaccinare, que esclarece as suas dúvidas:

Diferença entre a vacina oferecida pelo SUS e a oferecida pela Vaccinare

A vacina está recomendada para idosos, crianças, profissionais de saúde e outros grupos, mas a imunização será feita em etapas. Quem está fora do público-alvo ou quer se adiantar pode recorrer ainda ao sistema privado. Há uma diferença nos imunizantes, no entanto. O Sistema Único de Saúde (SUS) aplica a versão trivalente, enquanto a clínicas têm a opção da tetravalente, que não possui conservantes, isso quer dizer que é uma vacina que não utiliza mercúrio na sua composição.
Por isso é possível obter proteção extra investindo na dose com quatro cepas. A opção é interessante principalmente para quem está no grupo de risco ou convive com pessoas que fazem parte dele.
Para 2022 a vacina tetravalente que está disponível na Vaccinare e foi atualizada para também proteger contra a Cepa H3N2 Darwin, que causou a epidemia no Brasil entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022. Além disso, também protege contra H1N1 e 2 Cepas do tipo B.

Agora que você já sabe a importância de tomar a vacina da gripe todos os anos, entenda melhor sobre a doença.

O que é a gripe?
Trata-se de uma infecção aguda do sistema respiratório, causada pelo vírus da Influenza. E por atingir o sistema respiratório, infecciona o nariz, garganta e pulmões. O vírus da Influenza tem uma elevada taxa de transmissão, por propagar-se facilmente através de gotículas que expelimos naturalmente, o que o torna quase invencível, a não ser pela melhor forma de prevenção: a vacinação.

O vírus Influenza é responsável por causar que sintomas?
Tosse seca, febre alta, cefaleia, dores musculares são alguns dos sintomas que podem perdurar por vários dias ou até semanas. O quadro da doença pode se tornar grave caso atinja pessoas com idade avançada ou que convivem com doenças crônicas.

Como funciona a vacinação?
A partir dos seis meses de vida já se faz necessária a primeira dose e, após a primeira, ela deve ser tomada todo ano, sem exceção. As crianças entre seis meses e oito anos incompletos devem receber duas doses com 30 dias de intervalo. Também vale frisar que grupos de risco estão altamente suscetíveis e devem se vacinar em todas as campanhas.

Quem tomou a vacina da gripe no fim do ano precisa tomar de novo?
Sim. Primeiro, porque esta fórmula está atualizada com a cepa H3N2 Darwin, que protagonizou a epidemia fora de época. A campanha do final do ano foi realizada com a dose antiga, que continha a cepa H3N2 Hong Kong e oferecia proteção parcial contra a nova cepa. Como o intervalo de doses é de apenas um mês, já dá tempo de receber o imunizante reformulado. Além disso, é importante que as pessoas tirem proveito das campanhas para garantir que a proteção fique em dia.

Três campanhas ao mesmo tempo
Além da vacina da gripe, as entidades de saúde incentivam a participação da população em outras duas campanhas: contra o sarampo, para crianças de seis meses a menores de 5 anos, e a da Covid-19. Até agora, menos da metade da população adulta tomou a terceira dose e já tem gente que deve tomar a quarta.

(54) 3454-7172
(54) 99151-1186 (WhatsApp)
[email protected]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.