Especial bairro São Roque: 55 anos oferecendo educação para Bento

O Complexo de Ensino Cenecista é uma das principais instituições de Bento Gonçalves e um dos responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento da região do entorno do bairro São Roque. O grupo conta com o Colégio Cenecista São Roque, que oferece aulas de Educação Infantil até a 3ª série do Ensino Médio, e a Faculdade Cenecista de Bento Gonçalves (FACEBG), com diversos cursos de graduação e formação técnica.

Fundado no dia 9 de março de 1961, no então 6º distrito de Bento Gonçalves, pelo padre Ernesto Sbrissa, o Cenecista iniciou a construção de sua sede própria já em 1962, com o auxílio de toda a comunidade e do 1º Batalhão Ferroviário, que organizou campanhas para arrecadação de material. Após o término das obras, em 1964, o Ginásio passou para o atual endereço, sendo administrado pelas irmãs Bernardinas entre 1966 e 1969. A partir de 1978, passou a se chamar Escola Cenecista de 1º Grau São Roque.

A escola começou atendendo o ginasial, depois turmas de 1ª a 4ª série e, posteriormente, o Jardim de Infância. Com a inclusão do 2º Grau (hoje Ensino Médio), em 1979, passou a oferecer, também, cursos técnicos, capacitando os estudantes para o mercado de trabalho. Em 1996, incluiu o Supletivo – atual EJA (Educação para Jovens e Adultos) – em seu portfólio. Hoje também oferece Cursos Técnicos Profissionalizantes de Radiologia Médica e em Meio Ambiente, além de oficinas de futsal, xadrez, tênis de mesa, ballet, música, capoeira, judô, jogos cooperativos, teatro e ginástica olímpica.

Em 16 de março de 1998, o diretor, professor Vercino Franzoloso, decidiu oferecer à comunidade da cidade e da região uma instituição de nível Superior, criando o Centro de Ensino Superior de Bento Gonçalves, que inicialmente oferecia o curso de Administração, com formação específica em Recursos Humanos. Posteriormente, foram incluídas as formações específicas em Marketing e Gestão de Negócios e em Produção. A partir de 2002, já como Faculdade Cenecista de Bento Gonçalves (FACEBG), surgem novas opções voltadas às necessidades de mão de obra das empresas da região. Passaram a ser oferecidos os cursos de Administração com formação específica em Negócios Agroindustriais; Enfermagem – Bacharelado; Comunicação Social – Publicidade e Propaganda; Nutrição; Turismo; Administração com formação específica em Finanças e Controladoria; Bacharelado em Fisioterapia; Biomedicina; Ciências Contábeis; Superior de Tecnologia em Gastronomia; Biologia; e Psicologia. 

Hoje, o complexo segue sob administração do professor Vercino e é mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC), oferecendo, também, bolsas de estudos. O colégio conta com 370 alunos, entre Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, e 140 nos cursos técnicos. Já a faculdade mantém 1.480 acadêmicos matriculados. Além das aulas e oficinas, o colégio ainda desenvolve uma série de projetos, como Piquenique Cenecista; Encontro Familiar; Caderno Viajante; Noite do Soninho; Eu e a Escola; Imigração Italiana; Rio Grande do Sul; Meu Primeiro Emprego; Projeto das Profissões; Gincana Cultural; e Mostra Cenecista.

 

Confira o especial na íntegra

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.