Especial bairro São Roque: Carlos Pizzato mantém vivas as memórias do bairro

São 104 anos de vida que estão sendo muito bem aproveitados. Mesmo diante das limitações físicas que a idade impôs, Carlos Mauro Pizzato mantém vivas as memórias de uma trajetória marcada pela dedicação à família, ao trabalho e à comunidade em que escolheu viver: o bairro São Roque.

Descendente de imigrantes italianos oriundos da Província de Vicenza, comuna de Fara Vicentino, Pizzato herdou o talento pela alfaiataria, profissão que exerceu com excelência e “muito capricho”, ao vestir boa parte dos civis e militares do bairro e da cidade. Ainda hoje, ele guarda com carinho uma caderneta com os nomes e as medidas de todos seus clientes. Sempre atento, o alfaiate procurava se atualizar. “Eu era assinante de uma revista da Argentina que trazia moldes e novidades. Na época, não existiam ternos prontos”, conta.

Além da paixão pela confecção, Pizzato tinha outro ofício que exercia com muito entusiasmo, o de apicultor. Por anos, dedicou horas diárias para cuidar de suas abelhas. Com o desenvolvimento do bairro e a urbanização, elas tiveram que ser transferidas para o interior do município.

Pizzato foi casado com “a mocinha mais linda do São Roque”, Ester Agostini, que faleceu em 2011, aos 97 anos. Ao lado dela, ele viveu momentos marcantes. O casal teve três filhas: Claudete, Claudia e Gladis. Frequentador assíduo da igreja, foi festeiro da Festa em Honra a São Roque. O ex-alfaiate sempre foi considerado uma pessoa bem relacionada e contribuiu ativamente com as decisões do bairro. 

Mesmo com mais de um século de vida, Pizzato goza de boa saúde, mas não consegue participar com tanta frequência das atividades comunitárias. Da porta de sua casa – que inclusive ele ajudou a construir –, observa a evolução do bairro que escolheu e no qual ama viver. Hoje, desfruta do carinho das filhas, dos cinco netos e dos cinco bisnetos, que veem no pai, avô e bisavô um exemplo de força de vontade para viver e têm orgulho de toda sua história.

 

Confira o especial na íntegra

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.