Ex-alunos do Sagrado se reencontram após 60 anos

No último sábado, dia 18 de julho, o Clube Corinthians sediou um evento recheado de emoção, lembranças e nostalgia. Ivany Maria Seben, ex-aluna do Colégio Sagrado organizou, durante um ano e com grande afinco, uma reunião de seus antigos amigos e colegas que fizeram parte da história de uma das escolas mais tradicionais de Bento Gonçalves, relembrando inclusive do primeiro local em que o educandário funcionou, localizado em um antigo moinho.

 Ao longo do ano passado, Ivany foi contatando seus conhecidos, que foram repassando o convite a outros daquela época e, enfim, conseguiram reunir amigos, colegas e familiares para um almoço de reencontro dos ex-alunos do Colégio Sagrado. Com o auxílio de Ana Alice Dalcin, Elaine Maria Sebben, Eva Zucchi Mello, Gládis Basso Gehlen, Iara Carini, Lucena Gava Zanetti, Lérida Milani e Mário Todeschini, o evento contou ainda com a participação de duas representantes atuais da Escola, as irmãs Maria Diva da Silva, diretora, e a irmã Ercília Milano, que receberam flores em nome de todos que fizeram parte da educação dos alunos durante as últimas décadas.

O almoço também mostrou a trajetória da congregação que fundou a instituição de ensino. Em 30 de maio de 1884, surgiu o “Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus” sob a liderança de Madre Clélia Merloni, em Viaréggio, na Itália. Em 1900, o grupo chegou ao Brasil, em Curitiba, no Paraná, e no dia 24 de janeiro de 1956 veio a Bento Gonçalves. A congregação se instalou em um antigo moinho que renasceu como escola no dia 18 de março do mesmo ano sob o nome de “Externato Sagrado Coração de Jesus”. Com o contínuo crescimento do colégio, a estrutura já não estava atendendo a demanda e, em 1966, o novo estabelecimento foi inaugurado no local atual, no bairro Cidade Alta.

Durante o discurso, Ivany destacou a presença das representantes presentes e felicitou os ex-alunos e suas famílias. Além disso, a organizadora também relembrou de algumas personalidades que fizeram parte da criação de muitos dos presentes no reencontro, como as irmãs Angélica Mazarotto, Domingas, Maria do Carmo, Anastasia Ferro, Marinês Tusset, Maria Zorzi, Léa, Miriam, Luizinha, Fulgência e Felicidade. “É com imensa alegria e gratidão que recordamos as sementes que foram colocadas em nossos corações. Esse encontro é um exemplo. Passaram-se quase 60 anos e o espírito de amor e união permanece”, destacou Ivany.

 

Reportagem: Fabrício Krüger Lavandoski 

 


É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.

Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA

O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários publicados no portal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.