Ex-técnico do Barracão é sondado no profissional

Um dos principais responsáveis pela ascensão do Barracão no cenário municipal e regional do futebol amador desde 2013, o técnico Fernando Agostini se distanciará da casamata no segundo semestre deste ano para se especializar. O rocassalense que reside em Bento há 18 anos foi jogador profissional, com passagens pelo Esportivo, Ituano e Garibaldi, mas teve a carreira prejudicada por lesão. Os bons resultados no comando do Barracão, onde chegou à final nas três competições que disputou, acabaram motivando Agostini a voltar ao futebol profissional, mas agora como treinador. “Vou fazer um curso para me aperfeiçoar um pouco mais. Fiquei três anos no Barracão, e aprendi um pouco a cada ano. Começou com uma brincadeira e se tornou uma coisa que eu acabei gostando e que vou querer para o futuro. Minha ambição, a partir de agora, é trabalhar no futebol profissional e não mais no amador”, conta o treinador, 33 anos, que já recebeu sondagens de dois clubes profissionais para 2016, um deles para atuar como treinador e outro como auxiliar. Até então, Agostini vinha dividindo o futebol com a administração de uma empresa de material de embalagens e máquinas para gastronomia. Ele adianta, no entanto, que caso as sondagens virem propostas, está disposto a não desperdiçar a oportunidade. “Eu sei que, se der certo, vou ter que abrir mão também do meu próprio negócio, mas é uma coisa que eu quero. Eu tinha um sonho de ser jogador profissional, e fui, mas não atingi o que eu queria. E, como treinador, pretendo alcançar o que eu quero. As dificuldades no futebol são muitas, mas eu tenho certeza que se você trabalhar certinho, as oportunidades aparecerão. Fiquei muito contente vendo o Julinho Camargo no Goiás, um treinador que estava no Veranópolis até este ano. Ou seja, as oportunidades vêm, mas temos que estar preparados para abraçá-las”, frisa. 

 

É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.

Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA

Instagram: @serranossa

O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários publicados no portal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.