Fachada do instituto veterinário da UCS terá graffiti de 245m² e 14 metros de altura

Criação ficará a cargo do artista Gustavo Gomes e vai estampar a fachada principal da construção prevista para ser entregue no mês de abril

Atualmente em obras, fachada principal do Bloco 46, que vai abrigar o Instituto Hospitalar Veterinário, receberá graffiti. Foto: Claudia Velho

Um graffiti de 245 metros quadrados com 14 metros de altura vai estampar a fachada principal do Instituto Hospitalar Veterinário da Universidade de Caxias do Sul (IHVET). O trabalho previsto para iniciar no dia 14 de março será assinado pelo artista e publicitário graduado pela UCS Gustavo Gomes. Para a produção, a instituição montou uma equipe de curadoria para alinhar as ideias e definir o conceito estético do mural, que será o primeiro de grande porte localizado nos espaços abertos da Universidade.

Com obras já bem encaminhadas, o novo Instituto terá área de 3.684,30 m² e comportará atendimentos clínicos, cirúrgicos, diagnósticos e práticas laboratoriais voltadas aos animais. A proposta com o mural de graffiti busca aliar a nova estrutura acadêmica à natureza, já que, além do Instituto Hospitalar Veterinário, a região do Campus-Sede conta com o Jardim Zoológico e a Praça do Lago e está nas proximidades da Vila Poliesportiva, ambientes reconhecidos pelo verde e pela convivência social.

“O conceito do graffiti que ficará na fachada do Instituto Hospitalar Veterinário é uma mescla de realismo e formas organizadas geometricamente, com ênfase em animais regionais ou que podem ser encontrados no Jardim Zoológico da Universidade, criando uma linguagem pontual, carregada de vetores das diferentes linhas pelas quais o grafitti pode percorrer”, destaca o artista Gustavo Gomes, que já pintou em diferentes países. Ele explica que a dimensão do mural impressiona especialmente pela altura de 14 metros.

Para a definição da proposta junto ao artista, foi criada uma equipe de curadoria que envolveu profissionais da medicina veterinária, do marketing, de artes e arquitetura, atuantes nos diferentes setores da UCS. A professora coordenadora do curso de Artes Visuais, Silvana Boone, explica que o projeto reuniu elementos simbólicos, com a concepção da pintura pautada pelo levantamento de animais que orbitam o contexto do Complexo Animal da UCS, considerando animais silvestres expressivos da região, e animais convencionais que estão diretamente ligados ao estudo da Medicina Veterinária da UCS e à flora nativa.

Ela destaca que a linguagem do graffiti é democrática e será mais uma referência de espaço de socialização para a comunidade na UCS. “O graffiti é uma manifestação contemporânea que atinge o público em geral, de forma indiscriminada, já que habita o espaço urbano. A obra vai ampliar o interesse da comunidade pelo Jardim Zoológico, pela Praça do Lago e pela Vila Poliesportiva, reforçando-os como locais de convivência; a Universidade cumprindo seu papel como espaço da comunidade”, destacou.

Além de contemplar a natureza, o mural será espaço para interação com a tecnologia. Uma aplicação de realidade aumentada, por meio de filtro no Instagram, está sendo desenvolvida para que os visitantes do espaço possam interagir com animações dos bichos estampados na fachada a partir dos smartphones.

Sobre o IHVET

O Instituto Hospital Veterinário da UCS deve ficar pronto em abril de 2022. Ampliação da estrutura do curso de Medicina Veterinária potencializará a qualificação profissional e a prestação de serviços à comunidade, em um dos maiores complexos de saúde animal do Brasil. O instituto abrigará a clínica de pequenos animais (hoje localizada no bloco 47) com ambientes ampliados, o que ampliará as atividades clínicas e cirúrgicas com enfoque principal em cães e gatos; potencializará o tratamento de doenças infecciosas, o que demanda áreas específicas e de isolamento; aumentará a quantidade de especialidades veterinárias atendidas, a exemplo da oncologia; e os diagnósticos especializados a partir de técnicas mais avançadas em uma ala laboratorial, como de zoonoses, e o PCR em tempo real, que ainda não é realizado na região, exame que permitiu a primeira identificação de Covid-19 em felinos no Rio Grande do Sul; além de sediar serviços de bacteriologia, micologia, parasitologia e análises clínicas veterinárias. No mesmo bloco, salas de aula centralizarão as turmas da graduação (hoje concentradas no bloco 74) e terá sede a coordenação de curso, quadro docente e Diretório Acadêmico.

Os ambientes ainda poderão ser ocupados, por locação, por profissionais independentes na realização de procedimentos clínicos e cirúrgicos, como o que já é feito nas clínicas e blocos cirúrgicos do curso.

Foto: Thiago Silva

Sobre Gustavo Gomes

Gustavo Gomes (foto) já viajou para mais de 50 países, realizando pinturas nos cinco continentes. Graduado em Comunicação Social – Habilitação em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Caxias do Sul/UCS, ele iniciou Mestrado em Indústria Criativa na Universidade Feevale. Entre seus trabalhos mais recentes estão a pintura da Casa RBS alusiva aos 50 anos da primeira transmissão a cores do Brasil, na Festa da Uva; e da escadaria do Cristo Redentor, com mais de 193 degraus na cidade de Jaquirana, um marco do turismo da região.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.