Feirão da Caixa e Salão do Imóvel geraram 3 mi

No último final de semana, centenas de pessoas visitaram o espaço montado no 2º andar do L’América Shopping Center em Bento Gonçalves para participar do 7º Feirão da Caixa e 6º Salão do Imóvel. Os produtos mais procurados foram nos padrões do programa Minha Casa, Minha Vida e também imóveis com um pouco mais de valor agregado.

Segundo o gerente da Caixa Econômica Federal, agência Cidade Alta, Egidio Balbinot, foram realizados 570 atendimentos entre sábado e domingo, com a possibilidade de fechamento de contratos em breve. Além disso, a prospecção de negócios – de acordo com dados repassados pelas nove construtoras participantes – é superior a R$ 3 milhões. “O ano passado e este ano foram os melhores para o Feirão. Nesta edição, foram aproximadamente 50 negócios fechados e que estão muito próximos do acerto final. O evento foi muito positivo para todos”, destaca. O gerente complementa dizendo que o Feirão da Caixa não termina em um final de semana, mas institucionalmente os frutos vão sendo colhidos ao longo do ano.

Para o coordenador do Salão do Imóvel e conselheiro da Associação das Empresas de Construção Civil da Região dos Vinhedos (Ascon), Rogério Spiller, os objetivos do evento que eram apresentar os produtos e gerar contatos foram atingidos. Na opinião dele, a participação do público foi satisfatória, assim como o volume de negócios gerados. “A tendência é que, agora, o Feirão da Caixa e o Salão do Imóvel ocorram paralelamente nos próximos anos também. Cada vez mais, serão inseridos novos produtos além do Minha Casa, Minha Vida a fim de agregar mais opções aos consumidores e atingir públicos diferenciados”, explica.

O superintendente regional da Caixa, Renato Scalabrin, ressaltou que, em 2010, o banco contratou R$ 80 milhões em habitação e que, na Serra, 20 mil famílias de 71 cidades procuraram a Caixa. “O programa de governo Minha Casa, Minha Vida evoluiu e trouxe a possibilidade de um maior número de financiamentos. Agora, as famílias já estão buscando trocar seu primeiro imóvel por outro melhor”, aponta. Ele acrescenta ainda que Bento tem um mercado em potencial, pois é o berço do setor moveleiro e o nicho dos móveis planejados precisa ser mais trabalhado, na opinião dele.

 

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.