Festejos Farroupilhas: Chama Crioula é gerada pela primeira vez em Bento Gonçalves

Mais uma vez o espírito tradicionalista se fez presente em Bento Gonçalves, e de uma forma muito especial. No domingo, 05/09, a Praça Padre Rui Lorenzi (igreja Cristo Rei) sediou a geração e distribuição da chama crioula, além de comemorar Dia do Jovem Tradicionalista.

Para celebrar a data, foram convidados quatro jovens para o ato oficial da geração da Chama Crioula no município, o 1? Guri Farroupilha, Raphael Luciano Scarton, o 3? Peão Tiago Luigi Guadagnin Radin, a 1ª Prenda Mirim Amanda Bissani Tonial e a 2ª Prenda Juvenil Táila Bergamin Kemerich.  

A chama crioula foi gerada a partir do vinho, representando uma centelha única feita a partir do produto que nominou a cidade Capital Nacional do Vinho e que foi elaborado a partir do trabalho de centenas de famílias.


 

Após a geração da chama crioula, o secretário de Cultura Evandro Soares e representantes de entidades tradicionalistas entregaram a mesma aos responsáveis que a irão distribuir as suas respectivas comitivas para que sejam conduzidas até suas localidades e que possam levar junto o desejo e a renovação do espirito tradicionalista.


 

O Tradicionalista Homenageado, Claudiomiro Dias, que também é secretário municipal de Meio Ambiente, agradeceu a distinção: “muito obrigado a todos vocês que fazem acontecer os Festejos Farroupilhas, que levam no coração a chama crioula. Sou uma pessoa que representa com compaixão os valores tradicionalistas. Essa homenagem que recebo divido com todos vocês. Me sinto lisonjeado de representar essas pessoas de grande valor que foram homenageadas nas outras edições, mas extensiva a todos nós que mantemos viva a cultura tradicionalista”.

O presidente da ABCTG, Adiles Rodrigues de Freitas, destacou  o fato inédito de Bento Gonçalves gerar a chama crioula: “é um orgulho muito grande para o município e região gerar e distribuir a chama crioula. Ela é um dos símbolos máximos do povo guerreiro do Rio Grande do Sul que cultua e recorda a cultura tradicionalista”

O coordenador da 11ª  Região Tradicionalista, Luis Carlos Rigon, ressaltou o Dia Jovem Tradicionalista: “hoje, neste ato temos quatro integrantes da nossa gestão regional que hoje fazem parte da gestão estadual. Quatro jovens que vieram acender a chama que com certeza representam a dedicação pela da região e pelo movimento tradicionalista, e representam um grupo de jovens muito grande dentro da 11 RT que seguirão o exemplo de vocês. A chama vai percorrer com garra e muita bravura  aos quatro cantos da 11ª RT”. 

Representando o presidente Movimento Tradicionalista Gaúcho, Manoelito Carlos Savaris, Flávio Marcolin, salientou que a Chama Crioula, “traz um sentido, um significado de amor o orgulho da nossas tradições gaúchas, bem como, o valor daqueles que pelearam durante dez anos por esta terra, pelos ideais de igualdade, liberdade e humanidade. E por isso que estamos aqui. É reverenciando estes tauras que fizeram e marcaram a nossa história”.


 

O secretário de Cultura e presidente da Fundação Casa das Artes, Evandro Soares, ressaltou a primeira vez que se acende a Chama Crioula no município “é um momento emblemático para o município de Bento Gonçalves. A Chama Crioula representa a alma do gaúcho, estarmos aguerridos em podermos evoluir, avançar e cultuar cada vez mais as nossas origens e histórias. Representa todo ano o renovar da energia para que unidos possamos construir um futuro cada vez melhor para o nosso povo gaúcho”. 

O MTG definiu para este ano o tema “Caminhos de Anita” em comemoração ao seu bicentenário e como patrona, a declamadora Liliana Cardoso, primeira mulher negra a receber esta distinção.

Fotos: Rodrigo de Marco/Prefeitura de Bento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.