Governador acompanha troca de comando da BM e entrega de 70 viaturas para a corporação

O coronel Vanius Cesar Santarosa, que foi para a reserva remunerada em fevereiro deste ano, transmitiu o cargo de comandante-geral para o coronel Cláudio dos Santos Feoli

Governador Leite cumprimenta coronel Feoli, novo comandante-geral da Brigada Militar – Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

O governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite e o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, oficializaram nesta sexta-feira, 18/03, a passagem do comando-geral da Brigada Militar (BM). A solenidade foi realizada no Departamento de Ensino da BM, em Porto Alegre.

O coronel Vanius Cesar Santarosa, que foi para a reserva remunerada em fevereiro deste ano, transmitiu o cargo de comandante-geral para o coronel Cláudio dos Santos Feoli. Feoli, por sua vez, passou a função de subcomandante-geral para o coronel Douglas da Rosa.

Novo comandante, coronel Feoli nasceu em Porto Alegre, tem 48 anos e ingressou na BM em fevereiro de 1991. É graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela PUCRS (2002) e pós-graduado em Segurança Pública e Estado Democrático de Direito pela Faculdade do Ministério Público (2011) e em Políticas e Gestão de Segurança Pública pela Faculdade Estácio de Sá (2017).

Atuou como oficial superior no antigo Batalhão de Operações Especiais (BOE), no gabinete do comando-geral, na Casa Militar e como comandante do 1º Batalhão de Polícia de Choque. Depois, assumiu a chefia do Comando de Policiamento de Choque (CP Choque), criado em dezembro de 2020 para centralizar a gestão dos seis BP Choques do Estado. Em maio de 2021, tomou posse oficialmente como subcomandante-geral da BM, cargo que deixa para assumir o mais alto posto da corporação.

“É uma grande honra assumir o comando e os desafios são inúmeros. O que mais nos instiga é continuar reduzindo os índices de criminalidade integrados com outros órgãos de segurança. Para isso temos entregas muito importantes de equipamentos e viaturas que estão sendo feitas, o que torna o desafio facilitado e nos ajuda a promover mais segurança”, disse o coronel Feoli.

Natural de Bento Gonçalves, o coronel Santarosa tem 53 anos e ingressou na carreira de oficiais da BM em fevereiro de 1987. Em 19 de fevereiro, completou 35 anos de serviço ativo, limite para a passagem compulsória para a reserva remunerada. Foi pela carreira na BM que Santarosa realizou o sonho de se tornar piloto de avião. Nas mais de três décadas como brigadiano, passou 15 anos ligado ao Batalhão de Aviação da BM (BAV-BM).

Promovido a coronel, assumiu a direção do Departamento de Informática da BM e, em novembro de 2019, chegou ao posto de subcomandante-geral, no qual permaneceu até 1º de abril de 2021, quando assumiu o mais alto cargo da corporação. “Foi uma honra integrar essa tropa. Sinto-me extremamente feliz por estar passando o comando a um amigo, que com certeza elevará ainda mais os níveis de desempenho”, disse o coronel Santarosa.

Entrega de viaturas

Foram entregues 70 viaturas para 11 municípios – Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Depois da solenidade de troca de comando, ocorreu o ato de entrega de 70 viaturas semiblindadas para a corporação. São 51 caminhonetes Hilux e 19 SW4. O investimento é de R$ 18,7 milhões, sendo R$ 18,2 milhões de recursos do Estado por meio do programa Avançar e o restante do Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública (Piseg).

“Todos as viaturas adquiridas pelo governo do Estado são semiblindadas para dar mais segurança para quem faz segurança”, disse o governador. O investimento beneficiará os municípios de Porto Alegre, Sapucaia do Sul, Guaíba, Eldorado do Sul, Santa Maria, Passo Fundo, Caxias do Sul, Pelotas, Uruguaiana, Lajeado e Santa Cruz do Sul.

Os recursos do programa Avançar utilizados para a compra das viaturas integram um montante de R$ 280 milhões destinado para investimentos na segurança pública do Estado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.