Governo do RS aponta internações estáveis, mas reforça importância das vacinas contra covid-19

Nesta semana, nenhuma das 21 regiões recebeu avisos ou alertas no Sistema 3As de Monitoramento

Foto: Myke Sena/MS

O governo do Rio Grande do Sul não emitiu avisos ou alertas para as 21 regiões no Sistema 3As de Monitoramento, que gerencia a pandemia de covid-19 no Estado. Coordenada pelo governador Ranolfo Vieira Júnior, a reunião do Gabinete de Crise ocorreu por videoconferência na tarde desta quarta-feira, 13/07.

Mesmo com números estáveis em relação às internações hospitalares, os integrantes do gabinete alertaram para a necessidade de reforço no esquema vacinal. “Não podemos gerar uma sensação de absoluta tranquilidade, porque a realidade não é essa. Os números são estáveis, mas manter o esquema vacinal completo é fundamental. Cito o meu caso. Recentemente fui acometido pela covid e, como estou com as vacinas em dia, tive poucos sintomas e em um curto período pude retornar à minha rotina”, afirmou Ranolfo.  

Para a secretária da Saúde, Arita Bergmann, a vacinação é um fator de proteção individual e coletivo e tem relação direta com a redução do número de dias de internação, assim como na diminuição de registro de óbitos. “Temos que avançar em relação à dose de reforço e ao esquema completo, que nos permitiram estar em uma situação melhor. Muitas pessoas não estão procurando porque acham que está tudo bem”, ressaltou.

Segundo números divulgados pelo Gabinete de Crise, a situação hospitalar no Rio Grande do Sul é de estabilidade no número de internados por covid. Contudo, o panorama é considerado delicado, em razão das taxas de ocupação nas UTIs – como se costuma verificar no inverno – e do risco da entrada das subvariantes, que podem gerar um aumento da demanda por leitos por pacientes de covid. Embora não houve emissão de avisos e alertas, os integrantes do Gabinete de Crise e os grupos de trabalho relacionados ao tema permanecem monitorando os dados relativos à pandemia no Estado.

Dados atualizados da pandemia de covid-19 no RS

  • Na semana, a média móvel de casos confirmados aumentou 7,5%. Com isso, a incidência semanal de casos no estado é de 217,8 por 100 mil habitantes.
  • Na semana, o número de internados suspeitos e confirmados aumentou em 32, sendo um crescimento de 34 em leitos clínicos e uma redução de 2 em UTI.
  • O número de internados em leitos clínicos, suspeitos e confirmados, é de 732, apresentando um aumento de 4,9% quando comparado à semana passada.
  • O número de internados em UTIs, suspeitos e confirmados, é de 172, 1,1% inferior à semana passada.
  • Foram incluídos 109 óbitos na semana, uma média de 15,6 por dia, representando uma redução de 13,5% em relação à média móvel de uma semana atrás.
  • A taxa de ocupação hospitalar das UTIs adulto no RS é de 87,8%.


Status da vacinação (% da população residente):

Pelo menos uma dose – 87,7%
Esquema vacinal completo – 81,1%
Dose de reforço – 56%

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.