Grave acidente com duas mortes na RSC-470

Notícia atualizada em 12.03.11, às 10h24min

Um grave acidente ocorrido na noite da última quinta-feira, dia 10, resultou em duas vítimas fatais, identificadas como Carlos Alberto Bachmann, 48 anos, e Mário Canal, 41, ambos moradores de Carlos Barbosa. Eles tripulavam um Tempra, com placas de Carlos Barbosa, que colidiu contra um caminhão e um ônibus na altura do quilômetro 218, logo após a entrada do bairro Santa Rita. Bachmann faleceu no local, enquanto que Canal chegou a ser socorrido com vida, mas faleceu antes de chegar ao hospital Tacchini.

O sepultamento dos amigos aconteceu na tarde da última sexta-feira. Canal foi enterrado no Cemitério Municipal, enquanto que Bachmann foi transladado para o Cemitério da Comunidade de Nova Sardenha, em Farroupilha. Ambos trabalhavam em lojas automotivas: Bachmann tinha uma estofaria, enquanto que Canal era proprietário de uma loja de som para automóveis. Os dois eram casados e deixam esposa e filhos.

Como aconteceu

Bachmann era condutor do veículo e teria perdido o controle em uma curva, quando ultrapassava um ônibus com placas de Garibaldi que vinha a Bento Gonçalves buscar estudantes no Campus Universitário da Região dos Vinhedos (UCS/Carvi). No local há duas pistas, ou seja, é permitido ultrapassar pela faixa da esquerda. Ao fazer a curva, ele acabou invadindo a pista contrária e colidiu de frente com o caminhão, com placas de Canoas, que vinha no sentido contrário. O Tempra rodopiou na pista e acabou atingido também pelo ônibus. O veículo ficou totalmente destruído. Na hora do acidente a pista estava molhada, o que pode ter contribuído para a fatalidade. As informações são de testemunhas que presenciaram a colisão e dos condutores do ônibus e do caminhão.

Segundo Alexandre Piccoli, amigo dos dois, que chegou até o local minutos após o acidente, eles estavam vindo a Bento Gonçalves para jantar com uma turma de amigos. “Estava indo buscar minha filha na faculdade e me encontraria com eles depois. Foi quando soube do acidente e vim pra cá. Já perdi outros amigos nesta mesma curva. Foi uma fatalidade, eles eram boas pessoas”, lamentou Piccoli, bastante abalado. Ele acompanhou a retirada do corpo do amigo das ferragens enquanto aguardava notícias sobre o estado de saúde do caroneiro.

Em função do acidente, a RSC-470 ficou com o trânsito paralisado em ambos os sentidos por mais de duas horas, sendo liberado parcialmente somente por volta das 23h30min.

Greice Scotton

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.