Há cinco dias sem luz, moradores do interior de Pinto Bandeira imploram por ajuda

Cerca de 12 famílias de agricultores na linha Marcolino Moura Baixa estão com dificuldade para se alimentar e manter funcionários da safra da uva. “As pessoas estão desesperadas, tendo que jogar alimentos fora e sem retorno das autoridades” desabafou uma moradora

*Notícia atualizada às 13h15 do dia 20/01

Uma moradora da Linha Marcolino Moura Baixa, interior de Pinto Bandeira, entrou em contato com o SERRANOSSA na manhã desta quinta-feira, 20/01, para relatar uma situação de descaso com a comunidade. Desde o último domingo, 16/01, cerca de 12 famílias de agricultores estão sem luz. “Já ligamos para a RGE e para a prefeitura e ninguém fez nada. Alguns moradores foram até desacatados”, relatou. “As pessoas estão desesperadas, tendo que jogar alimentos fora e sem retorno das autoridades” desabafou a moradora.

O problema da falta de energia na comunidade se torna ainda mais severo diante do período atual: a safra da uva. Além dos moradores, dezenas de trabalhadores temporários estão atuando nos parreirais. “Não estamos conseguindo alimentar esses trabalhadores e nem sequer oferecer um banho adequado. Bombeamos a água dos poços e precisamos de luz para isso”, explica a moradora.

Ainda segundo a denunciante, algumas pessoas têm colocado seus freezers em cima de tratores e se deslocado a comunidades vizinhas para tentar os conectar na tomada e salvar algum alimento. “Somente estando aqui para entender a situação complicada que estamos vivendo”, lamenta.

O SERRANOSSA entrou em contato com a assessoria da RGE e solicitou urgência no atendimento da demanda. No início da tarde desta quinta-feira, 20/01, a RGE afirmou que uma equipe estaria no local executando os reparos na rede. “O fornecimento de energia será normalizado tão logo o serviço seja concluído”, escreveu a empresa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.