Hamilton lamenta decisão que derruba direito ao aborto nos EUA

Hamilton lamenta decisão que derruba direito ao aborto nos EUA.
Imagem: Instagram/Lewis Hamilton

Lewis Hamilton foi às redes sociais na sexta-feira, 24/07, e criticou a decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos em revogar a decisão ‘Roe x Wade’, que reconhecia constitucionalmente o direito ao aborto no país.

O tribunal americano, em decisão tomada por 6 votos a 3 na sexta-feira, manteve uma lei do Mississippi apoiada pelos republicanos que proíbe o aborto após 15 semanas. Os juízes sustentaram que a decisão Roe v. Wade, dada pela corte em 1973 e que permitia abortos realizados antes que um feto fosse viável fora do útero – entre 24 e 28 semanas de gravidez -, foi erroneamente tomada porque a Constituição dos EUA não faz menção específica ao direito ao aborto. Agora, caberá aos estados criarem legislações específicas sobre a prática.

Sempre engajado em causas sociais, o heptacampeão mundial de Fórmula 1 lamentou o acontecimento e destacou a influência negativa que isso terá na vida de algumas minorias.

“Estou com nojo da decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos hoje. Não entendo por que alguns no poder pressionaram e continuam pressionando para retirar direitos de milhões de pessoas. Essa decisão afetará os mais vulneráveis entre nós. Mulheres, pessoas de cor, membros da comunidade LGBTQIA+ e assim por diante. As seguintes organizações fornecem recursos para proteger as pessoas que precisam e lutam para garantir o direito de escolha das pessoas”, escreveu Hamilton, da Mercedes.

Imagem: Reprodução/Instagram Lewis Hamilton
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.