Homem é preso por maus-tratos contra cães no interior de Carlos Barbosa

Polícia Civil efetuou mandado de busca e apreensão na propriedade do indivíduo de 44 anos na terça-feira, 31/05, após o recebimento de denúncias. ABAPA pede auxílio financeiro para tratar animais resgatados

Fotos: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Carlos Barbosa prendeu na terça-feira, 31/05, um homem de 44 anos por maus-tratos a animais, caça ilegal e posse irregular de arma. O indivíduo foi localizado em sua propriedade, na comunidade de Santa Luiza, interior do município, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão. A Associação Barbosense de Proteção aos Animais (ABAPA) e a Associação Riograndense de Proteção aos Animais (ARPA) acompanharam a ação.

A prisão aconteceu após denúncias recebidas pela Polícia Civil a respeito da situação dos animais. Diante dos fatos, a PC de Barbosa solicitou o mandado ao Poder Judiciário. O homem foi preso em flagrante e recolhido à Penitenciária Estadual de Bento Gonçalves.

Os noves cães resgatados estavam em situação de extrema magreza e desnutrição, sendo encaminhados para atendimento veterinário. Conforme a delegacia de Barbosa, eles também apresentavam ferimentos por contato com animais silvestres, já que eram utilizados para caça.

No local também foi aprendida grande quantidade de carne de caça de vários tipos, armas de fogo (espingardas e um pistolão), além de munições de diversos calibres. Ainda foram localizados mais de trinta pássaros silvestres de espécies diversas em situação ilegal. Os animais silvestres serão encaminhados ao IBAMA.

“Hoje é um dia muito triste para todos os voluntários da ABAPA, achávamos que nunca mais presenciariamos uma crueldade dessas, mas mais uma vez eles foram vítimas da maldade e infelizmente sabemos que não vai parar aqui, nunca parece ter fim. Pedimos encarecidamente sua ajuda, mais do que nunca a associação precisa de cada membro dessa cidade para conseguir dar uma vida digna a todos eles e também para reunir forças. Serão tratamentos, cuidados, alimentos e o mais importante e díficil: uma família para todos! Hoje pedimos que Deus toque seu coração e que lares se abram para cada um deles”, pediu a ABAPA nas redes sociais.

A ABAPA revela que todos os animais passaram por exames, vacinas e, após ganharem peso, também serão castrados. A comunidade pode auxiliar com dinheiro e ração de qualidade, para que possam repor todas as vitaminas. Ainda, a associação está buscando adotantes ou pessoas que disponibilizem suas casas para lar temporário. Mais informações pelo telefone (WhatsApp) (54) 99110-2974.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.