Homicídios têm queda de 5,3% em maio no RS

O número de vítimas de homicídios no Rio Grande do Sul reduziu 5,3% em maio, na comparação com o mesmo mês no ano passado. Em sequência da tendência verificada nos últimos três anos, desde a implantação do RS Seguro, o indicador caiu de 132 para 125 assassinatos no período – o menor total desde 2007. Em relação às 171 mortes registradas em maio de 2018, antes da criação do programa, a queda chega a 26,9%, e frente ao pico de 233, um ano antes, a retração atinge 46,4%. Os dados integram a divulgação mensal de indicadores de criminalidade no Estado, realizada nesta quinta-feira, 09/06, pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Card - Vítimas de homicídios no RS em maio

Os números destacam ainda o impacto do foco territorial no combate ao crime, a partir do acompanhamento intensivo de indicadores pela Gestão de Estatística em Segurança (GESeg) do RS Seguro. Em maio, oito dos 23 municípios priorizados pelo programa para esse fim encerraram o mês sem homicídios: Cachoeirinha, Capão da Canoa, Esteio, Guaíba, Ijuí, Lajeado, Sapucaia do Sul e Tramandaí. Em Cachoeirinha, este é o quarto mês consecutivo em que o indicador fica zerado. O mesmo ocorre em Guaíba desde março, e nos últimos dois meses em Esteio, Ijuí e Lajeado. Do conjunto de 23 cidades, 16 terminaram maio com queda ou estabilidade no número de vítimas de assassinatos.

No acumulado desde janeiro, os homicídios também estão em queda. O RS somou 680 vítimas até o final de maio, 2,3% menos que as 696 dos primeiros cincos meses de 2021. Comparada com 2018, quando o total no período foi de 1.081 vítimas, a marca atual representa queda de 37,1%.

Card - Vítimas de homicídio no RS de janeiro a maio

Os resultados nesse recorte também evidenciam o impacto do RS Seguro na diminuição dos crimes. No ranking das 10 maiores quedas de homicídio quando comparados os períodos de janeiro a maio deste ano e do anterior, seis ocorreram em municípios que integram o grupo priorizado pelo programa. De fora do bloco, chama atenção o resultado em duas cidades do Interior que no ano passado haviam registrado assassinatos em número além do habitual e, agora, estão desde o início de 2022 com indicador de homicídios zerado: Candelária, no Vale do Rio Pardo, e São Gabriel, na Fronteira Oeste.

Card - Ranking das 10 maiores quedas no RS

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.