Incorporação de salário para servidores fica em 5%

Foi aprovada nesta terça-feira, em sessão extraordinária, a alteração da lei 5.175/10. Aprovada durante a última sessão de 2010, a lei gerou polêmica por alterar de 5% para 20% o valor que os servidores efetivos ocupando cargo de confiança poderiam incorporar aos seus vencimentos. Após causar polêmica e movimentações contrária por parte de políticos da oposição e comunidade, o prefeito Roberto Lunelli voltou atrás e revogou o que havia proposto.

Com a nova votação ficou fixado em 5% o valor permitido para incorporação. Na prática significa que a cada ano de serviço, os servidores concursados incorporam 5% dos seus salários atuais aos seus salários efetivos até chegar ao limite de 100%. Ou seja, ao deixar o cargo assumido o servidor continuaria a receber o seu salário de concursado mais o que foi incorporado ao longo do tempo em que ocupou o cargo de confiança.

O projeto recebeu duas emendas – uma do vereador Gilmar Pessutto e outra de Mário Gabardo. Porém ambas foram rejeitadas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.