Jornalista Eliane Brum palestra a estudantes nos 30 anos da graduação da UCS na quinta-feira

Palestrante convidada para o evento que celebra três décadas do Jornalismo da UCS aborda o exercício profissional ante a crise climática, na noite de 18 de agosto

A jornalista gaúcha Eliane Brum, vencedora de diversos prêmios internacionais e nacionais por suas reportagens, é a convidada especial para o evento solene dos 30 anos do curso de Jornalismo da Universidade de Caxias do Sul (UCS), no dia 18 de agosto.

Eliane Brum irá ministrar palestra com o tema “Jornalismo em Tempos de Guerra Climática”, a partir das 19h40min, no Bloco J, sala SESCOM. A recepção dos convidados, gestores da UCS, professores, alunos e egressos do curso ocorre às 19h, também no bloco J, com coquetel comemorativo.


Com o objetivo de relembrar momentos da trajetória do curso, serão realizadas homenagens a egressos e professores que marcaram a trajetória do curso. O evento também poderá ser prestigiado pela comunidade, por meio de transmissão simultânea no canal do YouTube da UCS. Quem deseja participar pode se inscrever no link.

Ao longo desses 30 anos de história, já se formaram 730 profissionais jornalistas. O coordenador do curso, professor Jacob Hoffmann, expressa a importância que a graduação oferecida pela UCS tem na região da Serra, já que ajuda a qualificar os profissionais da notícia  para trabalhar nos diversos meios de comunicação, nas redes sociais e como empreendedores da área. Da mesma forma, o coordenador destaca a relevância que este campo social possui na garantia da democracia e dos direitos humanos. “A imprensa livre, crítica e com conteúdos aprofundados contribui para a conscientização dos cidadãos”, enfatiza.

Pensando nos valores que norteiam a formação jornalística oferecida pela instituição, Hoffmann explica o motivo da escolha de Eliane Brum para abrilhantar o evento: “Sua prática jornalística tem uma trajetória que se destaca pela humanização na abordagem presente em suas matérias”, afirma.

O coordenador também salienta que, entre muitas razões, está o trabalho que a jornalista realiza na região amazônica, no médio Xingu, acompanhando um dos assuntos mais dramáticos do momento, em torno das questões ambiental e indígena.

Desse modo, ainda de acordo com o coordenador, a expectativa é de que a palestra e a homenagem representem um momento especial para os acadêmicos, para os egressos e para os professores, no qual, além de celebrar os 30 anos, seja possível renovar a esperança no próprio Jornalismo.


Sobre Eliane Brum

Além de jornalista, Eliane Brum é escritora e documentarista. Gaúcha, nascida em Ijuí, trabalhou 11 anos como repórter do jornal Zero Hora, de Porto Alegre, antes de exercer a profissão em São Paulo. Com quase 35 anos de carreira, atualmente é colunista do jornal espanhol El País e também atua como colaboradora de jornais como The Guardian e The New York Times.

Como escritora, Eliane Brum possui diversas obras publicadas de não ficção e romance. Seu primeiro livro, “A Vida Que Ninguém Vê” de 2006, conta a história de pessoas comuns que não saíram em páginas de jornais. Por essa obra, a autora recebeu o Prêmio Jabuti de melhor livro de reportagem em 2007.

Sua estreia nas telas foi com Uma História Severina, de 2005. O documentário conta a trajetória de uma jovem pernambucana que, entre inúmeras dificuldades, está grávida de um feto acéfalo. O filme, dirigido conjuntamente com Débora Diniz, foi reconhecido por 17 prêmios nacionais e internacionais.


No ano de 2021, a jornalista recebeu em homenagem a sua carreira o Prêmio Maria Moors Cabot, da Columbia University School of Journalism, de Nova York (EUA), sendo esse considerado um dos mais relevantes e antigos prêmios de jornalismo das Américas.

Um dos seus projetos mais expressivos é a cobertura que faz na Amazônia, há 25 anos. Dentre os produtos desse trabalho está “Banzeiro Òkòtó: uma viagem à Amazônia Centro do Mundo” de 2021. A obra viaja pelo mundo amazônico, vindo em defesa da grande floresta tropical que hoje Eliane Brum chama de casa. O livro foi um dos ganhadores do 38º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo na Categoria Grande Reportagem (livro).

O quê: “Jornalismo em Tempos de Guerra Climática”, palestra de Eliane Brum em homenagem aos 30 anos de Jornalismo da Universidade de Caxias do Sul.
Data: 18 de agosto.
Onde: Bloco J- sala SESCOM
Horário: 19h40, com transmissão pelo YouTube (link: Jornalismo em tempos de guerra climática)
Inscreva-se aqui